terça-feira, 16 de outubro de 2018

Notícias

In:

Incomodado com calor, Federer cai nas oitavas do US Open: ‘Não consegui respirar’

De forma surpreendente, um dos maiores favoritos ao título do US Open foi eliminado precocemente ainda na fase de oitavas de final. Atual número 2 do mundo, o suíço Roger Federer foi derrotado de virada pelo australiano John Millman, apenas o 55.º do ranking da ATP, por 3 sets a 1 – com parciais de 3/6, 7/5, 7/6 (9/7) e 7/6 (7/3), em 3 horas e 34 minutos – e já elegeu um culpado: o calor em Nova York, mesmo com a partida sendo disputada à noite.

Dois dias depois de não dar qualquer chance para o também australiano Nick Kyrgios, Federer jogou muito abaixo do esperado contra Millman. Muito incomodado com o calor, o suíço cometeu nada menos que 76 erros não-forçados – contra 28 do rival. “Por alguma razão, esta noite tive problemas com as condições climáticas. É uma das primeiras vezes que isso acontece. Senti que não conseguia respirar. Não havia circulação de ar”, afirmou o ex-número 1 do mundo em entrevista coletiva após a derrota.

Federer explicou que não teve capacidade de reação em quadra. “Suava demais e quanto mais a partida avançava, perdia energia. Quando você se sente assim, tudo está acabado, não tem capacidade de reação”, disse o suíço, que perdeu a oportunidade de retomar a liderança do ranking e verá o espanhol Rafael Nadal seguir em primeiro.

Outra explicação de Federer para a eliminação é a melhor adaptação de Millman ao calor do verão de Nova York. “John foi capaz de se adaptar melhor. Ele vem de um dos lugares mais úmidos do planeta, Brisbane. Sabia que teria um partida difícil. Foi decepcionante”, completou.

Em 14 participações no US Open, esta é apenas a segunda vez que Federer cai antes das quartas de final – a primeira havia sido em 2013, em derrota para o espanhol Tommy Robredo. O suíço também nunca havia perdido nenhum dos 40 jogos contra adversários de fora do Top 50 no US Open.

Esta é apenas a primeira vitória de Millman contra um adversário Top 10. Até então havia perdido todos os 10 jogos que fez contra adversários nas 10 primeiras posições da ATP. Após bater o número 2 do mundo e pentacampeão do último Grand Slam da temporada, terá apenas dois dias de descanso antes de enfrentar o suíço Novak Djokovic, dono de dois títulos em Nova York e atual sexto colocado no ranking. Será o segundo duelo entre eles na temporada. Em junho, na estreia do ATP 500 de Queen´s, em Londres, o australiano perdeu por 2 sets a 0.

Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com