quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Notícias

In:

Faremos o que for necessário para fazer país seguro, diz Trump

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, realizou um discurso nesta terça-feira na Pensilvânia em homenagem às vítimas do 11 de setembro de 2001, no dia em que o país lembra os 17 anos do atentado contra as Torres Gêmeas em Nova York e outros alvos, como o Pentágono. Em sua fala, Trump reafirmou sua plataforma de fazer “o que for necessário” para “manter a América segura”. “A América nunca irá se submeter à tirania”, disse.

Trump participou da cerimônia para marcar os 17 anos dos atentados perto de Shanksville, na Pensilvânia, onde há um memorial no local em que caiu o voo 93 da United Airlines, sequestrado por extremistas. Passageiros e tripulantes da aeronave confrontaram os terroristas e o avião acabou por cair com 44 pessoas a bordo, sendo que quatro delas foram identificadas posteriormente como extremistas. Trump qualificou as 40 vítimas como “verdadeiros heróis americanos”.

Em um discurso bastante patriótico, o presidente lembrou os minutos finais dos presentes no voo, quando decidiram enfrentar os terroristas após serem informados ao telefone por familiares de que outros dois aviões haviam sido lançados contra as Torres Gêmeas. “Com o sacrifício deles, os 40 salvaram a vida de muitos”, elogiou.

Trump também agradeceu às forças de segurança, dentro e fora do país, e disse estar comprometido a fazer todo o possível para evitar episódios de terrorismo em solo americano.

Autor: Gabriel Bueno da Costa
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com