quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Notícias

In:

Carney consentiu em seguir como presidente do BoE até janeiro de 2020

O ministro de Finanças do Reino Unido, Philip Hammond, anunciou nesta terça-feira que o presidente do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), Mark Carney, consentiu em permanecer no posto até janeiro de 2020 para auxiliar no “período bastante turbulento” introduzido pelo Brexit, cuja implementação começa em março do ano que vem.

“Posso anunciar hoje à Casa que, apesar de várias pressões pessoais para concluir seu mandato em junho, ele continuará até o fim de janeiro de 2020, de forma a assegurar continuidade à nossa economia nesse período”, afirmou Hammond ao ser questionado sobre o tema em sessão da Câmara dos Comuns.

A própria saída britânica da União Europeia foi evocada principalmente por parlamentares opositores, que voltaram a criticar a demora do governo do Partido Conservador para chegar a um acordo com Bruxelas. “Queremos firmar um acordo com a UE baseado no Livro Branco, que seja bom para o Reino Unido e bom para a União Europeia”, reiterou Hammond.

Ele reconheceu, contudo, que o prazo para se chegar a esse trato “está se esgotando” e, sendo assim, buscou assegurar os parlamentares de que a primeira-ministra Theresa May e o seu gabinete “dedicarão todas as horas” nas próximas semanas e meses a alcançar um entendimento com Bruxelas.

Autor: Nicholas Shores
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com