terça-feira, 25 de setembro de 2018

Notícias

In:

Após derrota para o Ceará, Osmar Loss deixa comando do Corinthians

Osmar Loss não é mais o técnico do Corinthians. O técnico não resistiu à derrota para o Ceará por 2 a 1, na noite desta quarta-feira, no Castelão, que afastou o time da briga por uma vaga na próxima Copa Libertadores através do Campeonato Brasileiro. A demissão foi anunciada por Duilio Monteiro Alves, diretor de futebol do Corinthians, logo após a partida em Fortaleza.

“A gente quer uma melhora do time, que não vem rendendo o esperado. Pode ter certeza que a gente tem de trabalhar bastante. Foi uma decisão agora no vestiário. A gente começa a trabalhar agora (sobre o novo treinador), mas temos muita coisa para se pensar”, afirmou o dirigente, que pretende anunciar o nome do novo técnico antes do clássico diante do Palmeiras, domingo, no Allianz Parque. “A gente pretende ter um treinador sexta ou sábado para que possa começar a trabalhar”, completou o dirigente.

Loss deve voltar ao cargo de auxiliar, função que ocupava quando Fabio Carille era o treinador do Corinthians. “Em relação a quem vem, vamos começar a olhar a partir de agora. Queria deixar claro. A gente pretende que ele continue agora (Loss). É o momento que a gente tem de fazer alguma coisa. Infelizmente, agora é hora de mudar”, disse o dirigente. “Nossa expectativa é que ele volte a ser auxiliar. Isso foi conversado lá atrás. Pode ajudar muito o Corinthians no futuro”, completou Duilio.

O dirigente afirma que a culpa pela má fase do Corinthians não é só do treinador. Hoje, o Corinthians tem sete pontos de vantagem para a zona do rebaixamento do Brasileirão e se distanciou da busca pela vaga na Libertadores. “A gente vinha trabalhando um grupo para três ou quatro anos. Não dá para colocar a culpa só no Loss. Tivemos a saída de jogadores, reposições. Isso é grupo, jogadores e diretores. A gente busca o melhor para o Corinthians. E o melhor para o Corinthians é a mudança”, finalizou o dirigente.

Loss assumiu o comando do Corinthians pouco antes da pausa do Brasileirão em função da Copa do Mundo, no fim de maio, quando Carille se transferiu para o Al-Wehda, da Arábia Saudita. O treinador dirigiu o time em 22 jogos oficiais, com oito vitórias, quatro empates e dez derrotas, o que incluiu a eliminação nas oitavas de final da Libertadores na semana passada. O time ainda está envolvido na Copa do Brasil e classificado às semifinais, fase em que terá pela frente o Flamengo.

Autor: Gonçalo Junior
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com