segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Notícias

In:

Temer homenageia primeira-dama em evento sobre Dia Nacional do Voluntariado

Em clima de fim de governo e impedido de realizar ações devido às regras do período eleitoral, o presidente da República, Michel Temer, tem tentado realizar eventos no Palácio do Planalto para movimentar a sua agenda. Nesta terça-feira, 28, ele recebeu uma plateia formada por integrantes de organizações que realizam trabalhos voluntários em todo o país para comemorar o Dia Nacional do Voluntariado.

Em seu discurso, Temer teceu um longo elogio à primeira-dama, Marcela Temer, destacando seu trabalho na área. “Eu quero homenagear a Marcela que tem feito muito pelo voluntariado”, disse. O presidente afirmou que a esposa recebe diversos grupos, principalmente de crianças, no Palácio da Alvorada. “E quando ela volta para casa, eu vejo que ela fica muito alegre com isso”, afirmou.

Temer disse ainda que a alegria de Marcela deve ser a alegria de todos os voluntários. “O voluntariado é a própria personificação da solidariedade”, disse. A primeira-dama, que raramente participa dos eventos de governo, foi elogiada também pelo ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha.

O presidente também justificou a realização do evento no Palácio do Planalto ao dizer que esse tipo de ação “serve para incentivar outras pessoas”. “Eu me sinto extremamente confortável nessa cerimônia. Muitas vezes inauguramos obras suntuosas, mas esta é uma obra espiritual, que traz a alma humana, que traz a ideia de que as pessoas vão colaborar e trazer satisfação pessoal”, afirmou.

Assunto sensível ao governo, Temer aproveitou para valorizar o envio de um grupo de voluntários a Roraima onde atuarão na crise gerada na região pela entrada de venezuelanos no País. “Esses voluntários farão o atendimento aos venezuelanos, que é uma questão humanitária, mas eles também atenderão os brasileiros. Assim, estamos também desonerando os serviços públicos de Roraima”, afirmou.

Temer aproveitou ainda para elogiar a si mesmo ao lembrar que, no último sábado, ele foi ao ministério da Educação para se encontrar com os voluntários que estavam prestes a embarcar para o norte do país. “Acho que meu ato foi forte e simbólico para revelar essa vontade que nos leva a colaborar com a sociedade”, disse.

O presidente e o ministro da Educação, Rossielli Soares, homologaram uma resolução do Conselho Nacional de Educação que instituiu diretrizes para o voluntariado na Educação Básica e Superior. O documento tem como objetivo promover o engajamento e a participação dos estudantes em ações de voluntariado, até mesmo com o registro das horas de trabalho nos currículos acadêmicos.

O governo lançou, em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), a Plataforma Digital do Voluntariado, uma ferramenta que reunirá e dará destaque a projetos do setor, possibilitando que interessados possam se conectar com instituições e organizações.

O governo também selecionou as cidades de Porto Alegre (RS), São Paulo (SP), Salvador (BA), Brasília (DF) e Boa Vista (RR) para atuarem como cidades-piloto do programa nacional de voluntariado.

Prêmio. Durante o evento, Temer entregou o Prêmio Viva Voluntário, criado pelo seu próprio governo no ano passado. O prêmio será entregue anualmente pelo Presidente da República a pessoas e organizações que se destacaram em ações de voluntariado.

De acordo com o Planalto, se inscreveram para a premiação 296 organizações e pessoas. Na categoria Líder Voluntário, foram premiados Janir Gonçalves Leite, do Coletivo de Mulheres Indígenas Artesãs Terena, da aldeia Tico Lipú, de Aquidauana, Mato Grosso do Sul, e Bruno Costa Lopes de Carvalho, do projeto Curumin Cultural, de Samambaia, Distrito Federal.

Na categoria Voluntariado nas Organizações da Sociedade Civil receberam a premiação as entidades Centro Social da Rua, de Porto Alegre (RS), e a Amigos do Bem, Instituição Nacional Contra a Fome e a Miséria, que atua em Alagoas, Pernambuco e Ceará.

A Categoria Voluntariado Empresarial destacou os programas da Fundação Telefônica-Vivo, que tem atuação nacional com mais de 15 mil voluntários em diversos projetos por todo o País, e da Fundação Cargill, que promove educação alimentar e o consumo consciente com atuação em 12 estados.

Autor: Mariana Haubert e Tânia Monteiro
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com