terça-feira, 18 de setembro de 2018

Notícias

In:

Membros do Conselho da Cidade tomam posse em Palmeira

Por Redação com Assessoria de Comunicação

e18861eb-bd82-4cce-9fc6-145cb74f8b35

Tendo como uma das missões revisar e implementar o Plano Diretor da cidade, o prefeito de Palmeira dos Índios Júlio Cezar deu posse nesta sexta-feira (30) à noite, na Câmara de Vereadores, aos 36 membros do Conselho da Cidade, criado pela Lei Municipal número 1.766-A/2008, que institui o Plano Diretor Participativo de Palmeira. O Conselho é formado por representantes do poder público municipal, movimentos sociais, sociedade civil organizada, além de órgãos de classe ligados à arquitetura e urbanismo, e será vinculado à Secretaria Municipal de Planejamento.

Para o secretário de Planejamento Adalberon Sá, o Conselho é um espaço de cidadania e terá, como uma das finalidades, revisar o Plano Diretor. “E também de elaborar este Plano, além de outras funções. O Conselho foi criado há muitos anos, em Palmeira, mas nunca existiu, efetivamente. Depois de anos, este é um marco para o município. Para via eficaz de implementação do Conselho, estamos hoje aqui para que os membros tomem posse e que possam de fato acompanhar o Plano Diretor e as ações de desenvolvimento da cidade”, explicou o secretário.

A vereadora Adelaide França disse que a revisão do Plano Diretor será muito importante para o desenvolvimento de Palmeira dos Índios. “Muitas vezes os conselhos não funcionam mas, diante das pessoas envolvidas neste processo sei que este Conselho vai orientar como Palmeira poderá crescer, a partir de ideias novas para a infraestrutura da cidade. Sugiro que no Plano Diretor sejam incluídas as medidas para que os donos de loteamentos sejam responsáveis pelo calçamento de ruas no entorno de seus conjuntos e que a responsabilidade não recaia sobre o município”, sugeriu a vereadora.

De acordo com o prefeito Júlio Cezar, as  cidades funcionais, com mobilidade urbana para crescer, foram pensadas para os dias de hoje. “Mas a nossa cidade não tem uma planta de saneamento. Nós não vamos avançar em nada se não pensarmos em obras estruturantes para Palmeira ser uma cidade planejada. Palmeira precisa ser totalmente saneada e não podemos abrir mão disso, assim como água, novos acessos , avenidas e um parque municipal. Se fizermos nossa parte agora, os que virão provavelmente também darão continuidade a isso. Toda mudança causa muita dúvida, medo e questionamentos mas precisa ser feita. Este Conselho será muito importante pois estão todos engajados para uma cidade melhor para morar e viver”, afirmou o prefeito Júlio.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com