sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Notícias

In:

Operação militar no Salgueiro e na Baía de Guanabara envolve 2 navios de guerra

Pelo menos dois navios de guerra e uma lancha blindada da Marinha estão sendo usados em uma ação do Comando Conjunto no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, e na Baía de Guanabara. Ao menos uma pessoa morreu em confronto com os militares na entrada da comunidade, segundo informou nesta quarta-feira, 29, o porta-voz do Comando Militar do Leste, coronel Carlos Cinelli.

O Comando Conjunto realiza cerco terrestre, estabilização dinâmica da área e remoção de barricadas.

Os militares conduzem revistas de pessoas e de veículos, checam antecedentes criminais e verificam denúncias de atividades criminosas. Para tanto, o Comando Conjunto emprega 2.520 militares das Forças Armadas, com o apoio de meios blindados e aeronaves.

No mesmo contexto, a Marinha do Brasil, com o apoio da Polícia Federal, realiza bloqueio e cerco naval na área marítima vizinha àquela onde ocorrem as ações terrestres, com ênfase na repressão a ilícitos na Baía de Guanabara.

Para isso, emprega uma Força-Tarefa Marítima composta por 300 militares, 12 agentes da Polícia Federal, 2 navios e 10 embarcações, sendo 1 lancha blindada.

Algumas vias e acessos na região poderão ser interditados e setores do espaço aéreo poderão ser controlados, oportunamente, com restrições dinâmicas para aeronaves civis. Não há interferência nas operações dos aeroportos.

No total estima-se que as ações impactem positivamente cerca de 1 milhão de pessoas, direta e indiretamente, abrangendo uma área terrestre de 32 km2 e uma superfície marítima de 61km2.

Autor: Roberta Jansen
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com