sábado, 17 de novembro de 2018

Notícias

In:

Hospital Santa Rita

Certa feita escrevi um artigo, neste hebdomadário, sob o título: O Colégio e o Hospital da Avenida. Uma parte da Avenida é conhecida com o nome de Salu Branco e a outra parte é designada Medeiros Neto. Nesta última designação, encontram-se o Centro Educacional Cristo Redentor e o Hospital Regional Santa Rita.

Luiz Medeiros Neto foi Sacerdote e, com a devida permissão do superior hierárquico, exerceu atividades políticas. Na função de deputado federal, obteve a permissão de se afastar do múnus sacerdotal. Afeiçoou-se a Palmeira dos Índios a ponto de adquirir uma fazenda nos arredores da cidade.

Foi agraciado com o título de cidadão honorário da Terra Xucuru, pela lei nº 215 de 28 de agosto de 1956, sancionada pelo então prefeito Dr. Remy Maia.

Um colégio começou a funcionar ao lado da então Matriz Nossa Senhora do Amparo sob a direção das religiosas designadas Irmãs do Amor Divino. As religiosas perceberam que o Colégio crescia e não havia espaço para uma ampliação. Apelaram para Medeiros Neto que assim falou: “Depois de muito esforço, empenho e luta, logrei atingir o objetivo colimado. Facultou-nos o ministério, em termos definitivos, a ocupação do espaço cedido, assim se habilitaram as irmãs, contando com recursos próprios e auxílios orçamentários, a levar avante sem obstáculos e sem perda de tempo a obra maior do interior do estado em nível de primeiro e segundo graus”.

A verdade é que a cidade crescia e um hospital fundado por Monsenhor Macedo não teve condições de prosseguir, O povo tinha grande necessidade de um hospital. Medeiros Neto ouviu os clamores do povo palmeirense.

Alguém disse a Medeiros Neto: “Parta de uma iniciativa privada e funde uma instituição particular como órgão mantenedor.” No orçamento da União, Medeiros Neto conseguiu um auxilio de 500 mil cruzeiros. Foi construída a Maternidade que recebeu o nome de Santa Olímpia, em homenagem à mãe do grande benfeitor do nosocômio.
Convém acrescentar que surgem algumas medidas em ordem ao melhoramento ao Hospital Santa Rita. Através da Revista Santa Rita há medida muito importante.

Há um projeto que está em andamento. Trata-se de algo de ajuda, no que diz respeito a uma hospedagem que fica bem perto do Hospital.

Para que serve essa medida? Trata-se de uma casa de apoio às mães que levam seus filhos pequenos ao hospital e encontram um lugar onde se hospedam, ficando perto portanto de seus filhinhos.

Transcrevo o que disse o Dr. Pedro Gaia, provedor do Hospital. “Estamos reorganizando e incentivamos para que tenhamos nesta casa uma recuperação total de credibilidade, do atendimento, da estrutura física e material. Passamos por um momento de dificuldades. Mas, tenho certeza que juntos, parte administrativa, provedoria, setor médico, enfim, todos irmanados, vamos conseguir resgatar a condição deste hospital que sempre foi exemplo para todo o sertão de Alagoas.”

Pelo que se percebe, alguns políticos de Palmeira dos Índios estão se aproximando do hospital Santa Rita com a intenção de ver o que se pode fazer, no sentido de colaborar com a casa de saúde. Espera-se que ajudas devem chegar para facilitar os que necessitam de um atendimento médico.

O prefeito Júlio Cezar chegou a afirmar que “A Prefeitura é parceira do Hospital e sabemos que precisamos de mais recursos para ampliar a UTI e abrir as portas para a nossa população. O hospital não é meu nem da mordomia. É do povo”. Espera-se, portanto, melhoria no Hospital Santa Rita.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com