quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Notícias

In:

Galeria do ABC estreia na SP-Arte/Foto com projeto para jovens curadores

A edição 2018 da feira SP-Arte/Foto, que será aberta ao público geral nesta quinta-feira, 23, no shopping JK Iguatemi, em São Paulo, traz grandes nomes mundiais da fotografia como David LaChapelle e Robert Doisneau, além de brasileiros consagrados como Sebastião Salgado e Mauro Restiffe. Mas algumas apostas podem ser opções para os visitantes.

Fugindo do circuito das grande galerias das cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro, a OMA, de São Bernardo do Campo, apresenta, em sua estreia no evento, artistas que podem passar fora do radar, principalmente do ABC. Na SP-Arte, em abril, foi a galeria que levou um dos maiores nomes da edição, o escultor Giovanni Caramelo. Para a feira fotográfica, as apostas são o sergipano Nario Barbosa, que há mais de 40 anos reside em Santo André, e a maranhense Elen Braga, que vive em Bruxelas.

Nario, que é fotojornalista, faz retratos urbanos entre suas pautas, como na obra Sem Título, que estará na feira, em que retrata trabalhadores. “Faço observações urbanas, de prédios que engolem trabalhadores ou outdoors vazios, evidenciando a crise”, afirma o artista.

O fotógrafo tem feito trabalhos também com emoldurações em bordado, numa referência à arte de Cedro de São João, sua cidade natal em Sergipe. Em breve, ele deve retornar para fotografar a arte de bordadeiras locais, como sua avó e suas tias. “Tenho tentado resgatar essas origens para aplicar nesse meu trabalho urbano.”

Já Elen, que faz um trabalho ligado à performance, apresenta na feira a série 12 Trabalhos, em que se colocou em situações extremas, como caminhar contra o vento ou correr em direção ao sol, para fazer uma referência moderna aos trabalhos mitológicos de Hércules. “Ele se saiu vitorioso, mas quando coloco o desfio para mim, percebo e começo a pensar o fracasso”, analisa a artista.

O galerista Thomaz Pacheco, da OMA, acredita que o fato de se apresentar como novidade é um benefício na feira. “Estamos fora do circuito tradicional e com artistas do ABC e do Nordeste do País. A questão do ineditismo traz um frescor para a SP-Arte”, opina.

O olhar da galeria para quem está fora do radar não é reservado apenas aos artistas. Durante a SP-Arte/Foto, a OMA vai lançar um edital para prestigiar o trabalho de jovens curadores. A galeria se compromete a montar a exposição planejada e ainda vai premiar o novato em R$ 5 mil. “Pode ser alguém sem experiência nenhuma, que está na faculdade. Queremos olhar para pessoas fora do circuito.”
A feira vai até o domingo, 26.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Autor: Pedro Rocha, especial par ao Estado
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com