segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

Notícias

In:

Ensino público de SP só fica entre melhores no 5º ano do Fundamental

A nota dos alunos do Estado de São Paulo, o mais rico do País, do 6º ano do Ensino Fundamental ao fim do Ensino Médio público não está entre as cinco melhores do Brasil. Os resultados são do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) 2017, divulgados nesta quinta-feira, 30, pelo Ministério da Educação.

Por outro lado, o Estado está no topo do ranking do 1º ao 5º do fundamental (alunos com menos de 11 anos) em Português e o segundo, em Matemática. A grande maioria das escolas dessa etapa de ensino são municipais.

O Saeb é a mais importante avaliação brasileira. Ele mede a aprendizagem dos alunos do 5º ano e 9º ano do fundamental e do 3º do médio, desde 1995, nas escolas públicas. A rede particular este ano pôde se voluntariar para participar (até o ano passado, o MEC as selecionava por amostragem).

O sistema público paulista (redes federal, estadual e municipal) aparece apenas na 7ª e na 10ª posições no ranking nacional de Português e Matemática, respectivamente. Fica abaixo de Estados como Rondônia e Mato Grosso do Sul.

Cerca de 68% das escolas de Ensino Médio são de responsabilidade dos Executivos estaduais. Em 2015, edição anterior do Saeb, suas posições eram 5ª e 7ª no ranking nacional, respectivamente. O ex-governador paulista, Geraldo Alckmin (PSDB), é candidato à Presidência da República.

Na etapa do 6º ao 9º ano do fundamental – cujas escolas são municipais em algumas cidades e estaduais em outras – São Paulo fica na 8ª posição em Português e na 10ª em Matemática.

O desempenho de Português e Matemática é usado para compor o Índice de Desempenho da Educação Básica (Ideb), que inclui ainda dados de aprovação.

O Ideb mais recente só será divulgado segunda-feira, 1º, porque o ministro da Educação, Rossieli Soares, resolveu pela primeira vez apresentar os dados separadamente. Segundo ele, a ideia é que a sociedade discuta mais a aprendizagem das crianças, ou seja, o desempenho nas provas de Português e Matemática. Para que o Ideb suba mesmo com notas mais baixas é preciso ter bons índices de aprovação.

Cidades

Os alunos da capital paulista também não estão no topo do ranking, considerando as notas de escolas públicas e privadas. Na etapa que vai do 6º ao 9º ano, a cidade de São Paulo fica na 17ª e na 18ª colocação no desempenho de Português e Matemática, respectivamente. A cidade fica atrás de capitais como Aracaju, Campo Grande e Manaus. Do 1º ao 5º ano, as posições são melhores, ficando em 6º lugar em ambas as disciplinas.

Teresina, no Piauí, fica na 1ª colocação em três dos quatro rankings. Apenas em Português do 6º ao 9º ano, Palmas tem o melhor resultado. O MEC não divulgou informações sobre o Ensino Médio nos municípios.

Entre todos os municípios do País, Sobral (CE) tem a melhor nota em todas as etapas. A cidade se tornou o maior exemplo de reforma bem sucedida na educação básica nos últimos anos, com foco em alfabetização e destinação de mais verba para as prefeituras com melhor resultado.

As cidades cearenses, apesar de o Estado não estar entre os primeiros dos rankings, aparecem sempre entre 50 melhores municípios do Saeb.

Autor: Renata Cafardo, Victor Vieira e Cecília do Lago
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com