terça-feira, 16 de julho de 2019

Notícias

In:

Técnico da Sérvia elogia Brasil, mas se diz confiante em classificação

Por Redação com Terra
 Krstajic acredita que a Sérvia irá derrotar o Brasil nesta quarta-feira (Foto: YURI KADOBNOV / AFP) Foto: LANCE!

Krstajic acredita que a Sérvia irá derrotar o Brasil nesta quarta-feira (Foto: YURI KADOBNOV / AFP)
Foto: LANCE!

Apenas um resultado basta para a Sérvia avançar de fase na Copa do Mundo: vencer o Brasil nesta quarta-feira. Após derrotar a Costa Rica na estreia e perder de virada para a Suíça na segunda rodada, os sérvios farão o jogo da vida contra a Seleção Brasileira. Para o técnico Mladen Krstajic, independente da formação inicial brasileira e ciente de todas as inferioridades, é possível garantir a classificação.Não devemos desperdiçar tempo explicando o que o Brasil faz.

O Brasil é uma superpotência do futebol, são um povo muito mais relaxado, tranquilo, independente disso, eles vão precisar de um bom resultado. Acho que eles como potência do futebol, vão fazer um bom jogo, e temos de nos concentrar em nosso clima, preparação, e mostrar nossa característica. Estamos antecipando com prazer o jogo de amanhã porque vamos jogar diante da Seleção Brasileira, não vamos desistir – disse o treinador, que também destacou a garra que sua equipe deixará em campo.

– Estamos em um grupo difícil, demonstramos qualidade nas últimas partidas, com mistura de jogadores, experientes com jovens, que são o futuro da Seleção. Não temos nada a perder, podemos perder a partida, mas se não tivermos prontos para dar tudo nessa partida, já perdemos de antemão. Não podemos temer, temos que ter paciência e disciplina, o que vai acontecer é outra questão. Temos de satisfazer a nação sérvia. Não temos nada a temer, não vamos nos envergonhar, vamos dar tudo de nós. Vamos dar todo o possível em campo.

Uma das seleções mais altas desse Mundial, a Sérvia tem como ponto forte a bola parada e é justamente essa a maior deficiência do Brasil – o único gol que a linha defensiva brasileira sofreu foi pelo alto. Tite elogiou a equipe comandada pelo Krstajic e o sérvio agradeceu as palavras e também falou sobre as jogadas aéreas de seu time.

– Todo mundo sabe que somos bons de bola aérea, temos nossos pontos positivos e negativos, como qualquer equipe. Temos de reduzir nossos lados negativos e nos concentrar sempre – disse o sérvio, que completou:

– Eu gostaria de agradecer ao técnico brasileiro pelos elogios, temos qualidades, assim como o Brasil, não posso dizer que estou preocupado, o Brasil tem 23 jogadores de qualidade, tanto faz quem vai começar jogando, eles passam bem a bola, são compactos, cada um pode virar o jogo, são conhecidos.

Os sérvios saíram na frente contra a Suíça, pela segunda rodada do Grupo E, mas cederam o empate e acabaram sofrendo a virada nos minutos finais da partida. Segundo o treinador da equipe, a mágoa da derrota já foi deixada para trás e o foco é apenas no Brasil.

– Os jogadores se sentiram muito mal após o jogo contra a Suíça, eles são profissionais, jogam em grandes clubes, quando algo assim acontece, você precisa analisar e depois olhar para a frente. É assim que você participa de um torneio, tem de focar no próximo adversário – finalizou Krstajic.

Outro sérvio que falou com a imprensa nesta terça-feira foi o capitão Aleksandar Kolarov. De acordo com o lateral, Tite teria divulgado a escalação da Seleção como forma de ‘subestimar’ e provocar a Sérvia.

– Talvez eles tenham no subestimado, não sei. Acho que há questões mais sérias a refletir agora. Talvez eles estejam nos provocando, não sei. Ele disse a Seleção titular, pode ser uma tática dele, acho que eles devem estar prontos, mas de qualquer forma, espero que eles estejam nos subestimando, mas não tenho certeza – disse Kolarov.

Jogador da Roma, Kolarov afirmou conhecer bem o meia Willian de duelos europeus e não poupou palavras para elogiar o Brasil e ressaltar a qualidade individual do elenco.

– Eu já joguei várias vezes contra Willian, conheço muito bem ele, é um jogador de primeira. Talvez esteja na sua melhor temporada, mas o Brasil não é só Willian ou Neymar, há muitos outros. Eu acho que eles são uma equipe, tem bom equilíbrio no meio de campo, jogadores individuais excelentes, um bom meio de campo com Fernandinho, que é um dos melhores do mundo, esse é um lado forte – expôs.

O lateral também falou sobre o rodízio de capitães realizado na Seleção Brasileira e para o capitão sérvio é importante uma equipe conhecer o seu líder dentro de campo.

– Em relação ao revezamento de capitães, acho que se eles gostam disso, tudo bem. Na minha opinião, acho que tem de saber qual é o capitão de uma equipe – afirmou.

Por fim, Kolarov demonstrou não ter dúvidas sobre o peso da partida que ocorrerá em Moscou, às 15 horas, contra o Brasil e segundo o sérvio, será o jogo mais importante da carreira e irá encarar os 90 minutos como se fossem os últimos.

– Que tipo de mentalidade é a nossa? Eu concordo que amanhã é uma final na minha carreira. Essa é a partida mais importante da minha carreira, e é assim que vou enfrentá-la. Os jogadores jovens e experientes sabem da importância do jogo, sabemos que é uma oportunidade única na carreira para brilhar. Será um ambiente perfeito, e você quer dar tudo de si. Alguém já disse que você pode ser o melhor jogando contra um adversário fraco, mas pode ser melhor com fortes – concluiu Kolarov.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com