sábado, 20 de outubro de 2018

Notícias

In:

Corpo de Bombeiros avalia projetos de pontos de vendas de fogos de artifício

Por Redação com Agência Alagoas
ara que os fogos sejam vendidos para a população, a estrutura física da empresa deve cumprir uma série de requisitos estruturais.  Carla Cleto

ara que os fogos sejam vendidos para a população, a estrutura física da empresa deve cumprir uma série de requisitos estruturais. Carla Cleto

As festas juninas estão se aproximando e o Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBMAL) está recebendo projetos estruturais de locais para vendas de fogos de artifício, típicos desta época. O processo é dividido em duas etapas, a análise do projeto e a vistoria do local. Até o momento, já foi autorizada a construção das barracas localizadas na Avenida da Paz. Os demais projetos ainda estão em análise. Nenhum local está autorizado a comercializar os produtos ainda, apenas após vistoria e liberação do CBMAL.

Segundo o chefe do setor de vistorias da Superintendência de Atividades Técnicas do CBMAL, major Roberto Wanderdey, o início da comercialização depende da velocidade da entrega do projeto e solicitação de vistoria por parte do proprietário. “Realizamos fiscalizações na parte estrutural das empresas, da segurança e comércio desses produtos de acordo com a legislação vigente”, explicou o oficial.

Para que os fogos sejam vendidos para a população, a estrutura física da empresa deve cumprir uma série de requisitos estruturais como: parede dobrada, teto com escape, extintores, e treinamento dos funcionários para caso de incêndio. No Nordeste também há uma cultura de barracas de fogos, e para estas, os requisitos são diferentes. Elas devem ficar em local isolado, apenas o funcionário pode ter acesso direto aos produtos, entre outros cuidados essenciais para evitar acidentes.

Só é permitida a comercialização de bombas até 1,5 polegadas, inclusive para fogos artesanais, e a partir disso já é necessário treinamento para manuseio, como no caso dos fogos de réveillon, por exemplo. É importante verificar a procedência dos fogos e se o manuseio é seguro, principalmente no caso de fogos artesanais. As denúncias de venda irregular de fogos de artifício devem ser feitas ao Disque-Denúncia 181, que repassará as informações ao Corpo de Bombeiros Militar.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com