segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Notícias

In:

Filme de Arapiraquense é filmado em Pernambuco

Por Redação com

A cena do audiovisual em Arapiraca continua em movimento, criação e transformação.  Entre os dias 18 e 24 de Abril foi rodado o curta-metragem de ficção intitulado “Besta Fera”, com roteiro e direção de Wagno Godez.

Segundo o roteiro, o filme passará em um recanto do sertão alagoano, em um cenário cantado por Luiz Gonzaga e descrito pelo escritor Graciliano Ramos, onde mãe e filho  passam por conflituosas situações com um abusivo coronel e um misterioso homem. O registro não pretende ser uma representação realista de uma época, mas mostrar como, em condições de miséria e abuso de poder, a natureza arcaica e violenta pode se manifestar em pessoas simples, a princípio, inofensivas e pacatas.

O projeto foi aprovado no edital de fomento do audiovisual de Alagoas, realizado pela SECULT Alagoas, em 2016, será uma produção do Núcleo do Audiovisual de Arapiraca (NAVI) com a Associação dos Artistas de Massaranduba (AAMA). A história do filme é ambientada no universo do cangaço, no ano de 1897. Em uma casa isolada no sertão de Alagoas vivem sozinhos Mariano e Flora, a chegada de um homem estranho e ferido inicia uma sequência de fatos que muda a vida de ambos.

“É um momento importante no cenário do cinema alagoano e Arapiraca não poderia ficar de fora desse movimento que tanto cresce no Estado. Desde 2016 podemos ver filmes como ‘Juremeiro de Xangô’, com produção de Igor Machado e Clébio Araújo, ‘Avalanche’ com direção do Leandro Alves e ‘Povoado’, meu primeiro curta metragem como diretor. Além de outros Arapiraquenses envolvidos no cinema Alagoano, como Raphael Barbosa e Nina Magalhães . É o cinema Arapiraquense resistindo e transformando” – diz Wagno Godez, feliz com esse novo ciclo.

Apesar do roteiro acontecer em Alagoas, o filme será rodado em Caraibeiras, distrito de Tacaratu – PE. A equipe será formada predominantemente por alagoanos, com participação de alguns técnicos pernambucanos e sendo finalizado em sua pós-produção por profissionais do Sudeste.O elenco será formado por 4 atores, atuando como protagonista o alagoano da cidade de Piranhas, o jovem Filipe Rios, de 17 anos e ator de teatro, ativo em sua cidade realizando, entre outros trabalhos, espetáculos ambientados no cangaço.

O filme conta ainda com a experiência do ator de Maceió, Julien Costa (ganhador do prêmio de Melhor Ator na Mostra Sururu de Cinema, em sua atuação no filme Farpa – de Henrique Oliveira) e a atriz Marcia Mariah, natural de Arapiraca. Outro destaque vai para a escalação do ator Erom Cordeiro, que tem em seu currículo  várias novelas, filmes e espetáculos de teatro –  um de seus últimos trabalhos de destaque foi sua atuação na minissérie produzida pela globo, Supermax, que foi ao ar em 2016.

A película conta ainda com Produção Executiva de Rafhael Barbosa, Fotografia de Henrique Oliveira, Assistência de Direção de Leandro Alves, Produção de Moab de Oliveira, Som de Emannuel Miranda e trilha sonora da banda Quiçaça.

“Com um elenco e uma equipe dessas, estamos bem confiantes que realizaremos uma ótima obra” finaliza o Diretor.

Compartilhe:
Tags: ,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com