quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Notícias

In:

Suspeita de matar e esconder corpo de homem em fossa tem pedido de liberdade negado pela Justiça de Alagoas

Por Redação com G1 AL

ribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL) negou pedido de liberdade a Laís Cristina da Silva, suspeita de matar Gilvan Soares Filho, conhecido como “Bimbinha”, que teve corpo escondido em uma fossa em Arapiraca, no Agreste de Alagoas. O crime aconteceu em janeiro deste ano.

A decisão foi emitida nesta quarta-feira (21) pelo desembargador João Luiz Azevedo Lessa.

De acordo com o TJ-AL, por meio de Habeas Corpus, a defesa de Laís alegou que a prisão preventiva seria inviável, já que ela é primária, possui residência fixa, bons antecedentes e tem três filhos, um deles com necessidades especiais.

Para o desembargador, esses requisitos apresentados pela defesa não são suficientes para a concessão da liberdade de Laís, já que ela cumpriu pena por delito de furto qualificado e ainda responde a outros processos criminais e já teve pedido liberdade negado em outra ocasião.

Os resgistros no nome da suspeita envolvem ações penais e investigações sobre as supostas práticas dos delitos de roubo majorados, formação de quadrilha, homicídio qualificado, ocultação de cadáver e corrupção de menor.

“Considero que o magistrado decidiu acertadamente em manter a custódia cautelar da paciente, porquanto esta aparenta ser pessoa de alta periculosidade, diante dos fundamentos aqui esposados, razão pela qual visualizo a presença dos requisitos necessários à segregação cautelar, previstos no art. 312 do Código de Processo Penal, em especial à garantia da ordem pública, à conveniência da instrução criminal e à aplicação da lei penal”, falou o desembargador João Luiz Lessa.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com