segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Notícias

In:

Áreas comerciais de Maceió começam a ser visitadas pelo Ronda no Bairro

Por Redação com Agência Alagoas

Como parte do planejamento e do cronograma de expansão do Ronda no Bairro, a coordenação do programa segue realizando visitas técnicas em áreas comerciais da capital alagoana e reunindo-se com gestores e técnicos estaduais e municipais para alinhar ações que viabilizem a execução plena do patrulhamento de proximidade.

O coordenador-geral do Ronda, coronel RR Maxwell Santos, teve encontros nesta quarta-feira (21), com o coordenador da Operação Policial Litorânea (Oplit), Alfredo Presser; o diretor de Mobilidade da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), Dorgival Ferreira; e os assessores técnicos de Trânsito, Vanderson Freitas, e de Levantamento de Dados da Superintendência, Bruno Juliano. Em pauta, questões relativas à acessibilidade, emprego de patrulhamento, equipamentos de fiscalização e mobilidade da população nos bairros do Jaraguá, Pajuçara, Ponta Verde, Jatiúca, Cruz das Almas e Jacarecica.

Ascom/Ronda no Bairro

Encontros com lideranças comunitárias, moradores e comerciantes dessas localidades estão sendo articulados para que as demandas oriundas da população sejam analisadas. Na tarde desta quarta-feira (21), o Ronda no Bairro será apresentado ao cônego José Everaldo Rodrigues, da Igreja de São Pedro Apóstolo, na Ponta Verde.

O programa

O decreto estadual de Nº 57.008, de 2 de janeiro de 2018, instituiu o Programa Ronda no Bairro e os militares voluntários executam as funções em seu período de folga, concorrendo a oito serviços, em concordância com a Lei Estadual Nº 7.952, de 12 de dezembro de 2017, referente ao Serviço Voluntário Remunerado de oito horas.

A área comercial do Jacintinho é o primeiro território ocupado pelo programa, com a participação de 60 policiais militares da reserva e da ativa, em dois turnos de serviço. As patrulhas realizam rondas a pé, de moto e de bicicleta no trecho compreendido entre a TV Ponta Verde e a Escola Municipal Lamenha Lins. Todas as abordagens realizadas pelas patrulhas devem ser filmadas e armazenadas num servidor do Instituto de Tecnologia em Informática e Informação (Itec).

Todas as ações visam mediar conflitos urbanos e enfrentar o Crime Violento Contra o Patrimônio, caracterizado pelo furto, roubo e depredação de prédios e espaços públicos, e acontecem em total alinhamento com o Centro Integrado Operacional de Segurança Pública (Ciosp), com o Videomonitoramento de Maceió, o Disque Denúncia (181) e o Serviço de Inteligência do Sistema de Segurança Pública.

Compartilhe:
Tags:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com