segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Notícias

In:

Palmeira: Prefeitura quer colocar servidores no antigo Fórum condenado por engenheiros

Por Redação
Edificio inteditado por engenheiros do FUNJURIS e que prefeitura quer abrigar secretarias

Edificio inteditado por engenheiros do FUNJURIS e que prefeitura quer abrigar secretarias

Um fato temeroso e preocupante está prestes a acontecer em Palmeira dos Índios.

Há dois anos o Tribunal de Justiça de Alagoas interditou o prédio do antigo Fórum da cidade sob o fundamento de um laudo técnico de inspeção realizado por engenheiros do Fundo Especial de Modernização do Poder Judiciário de Alagoas (Funjuris).

O laudo de inspeção foi determinante para que os servidores e magistrados se mudassem (até a presente data) para um prédio alugado vizinho ao edifício condenado pelos engenheiros.

O Tribunal de Justiça – após o laudo em 2014 – alugou um prédio vizinho ao fórum interditado onde funcionam as Varas  e escrivanias locais. E posteriormente adquiriu um terreno pelo valor de R$1,5 milhão para construir o novo Fórum palmeirense.

Terreno adquirido para a construção do Novo Fórum em razão do edifício antigo ter sido interditado

Terreno adquirido para a construção do Novo Fórum em razão do edifício antigo ter sido interditado

O que surpreende é o fato de que o município deseja – segundo fontes extraoficiais – alojar várias secretarias e servidores no prédio que foi condenado por laudo de inspeção realizado por um grupo de engenheiros e que de 2014 até o presente momento não teve nenhuma manutenção, tendo em vista a  avaliação do local ter constatado as irregularidades na estrutura do prédio e a recomendação, pelo setor técnico de engenharia responsável para a desocupação urgente do referido edifício.

A alegação do município para ocupar o prédio é de que teria um novo laudo confirmando a possibilidade de ocupação do prédio que foi condenado anteriormente.

Mas daí surge as indagações: porque os engenheiros do Tribunal de Justiça em 2014 condenaram o prédio e recomendaram a imediata evacuação e dois anos depois a prefeitura deseja ocupá-lo para abrigar servidores sem que o edifício tenha estrutura sólida para tal?

Procurado por telefone pela reportagem da Tribuna do Sertão o presidente do sindicato dos servidores do município de Palmeira dos Índios José Filho informou que ainda não está sabendo da mudança, mas adiantou que a atitude era temerária pois poderia colocar em risco a vida dos servidores, já que o prédio estava condenado por engenheiros do Tribunal de Justiça.

José Filho disse também que ia colher mais informações a respeito do assunto e que falaria mais adiante sobre qual providência o sindicato irá tomar a respeito do assunto.

Compartilhe:
Tags: ,,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com