domingo, 21 de outubro de 2018

Notícias

In:

Procon realiza fiscalização em clínicas e laboratórios de Arapiraca

Por William Rocha
Foram analisados ainda quesitos de acessibilidade às dependências das clínicas para pessoas com deficiência, tais como rampas e banheiros, materiais de uso clínico dos profissionais

Foram analisados ainda quesitos de acessibilidade às dependências das clínicas para pessoas com deficiência, tais como rampas e banheiros, materiais de uso clínico dos profissionais

A Prefeitura de Arapiraca, através do Procon Municipal, realizou nesta quarta-feira (25), mais uma ação de fiscalização em empresas que prestam serviços à população, desta vez em clínicas e laboratórios atuantes no município.

Entre as ações realizadas, os agentes do órgão municipal exigiram que o Código de Defesa do Consumidor (CDC) estivesse sempre de fácil acesso para as eventuais consultas do povo quanto aos seus direitos e os valores dos exames e cirurgias a mostra, além das formas de pagamento e planos de saúde conveniados.

De acordo com o coordenador do Procon Arapiraca, Denys Reis, a operação entitulada Saúde Seguro tem como foco proporcionar ao consumidor uma informaçao mais clara a respeito dos valores e formas de pagamento dos procedimentos que o mesmo deverá fazer uso nas clinicas e laboratórios.

Foram analisados ainda quesitos de acessibilidade às dependências das clínicas para pessoas com deficiência, tais como rampas e banheiros, materiais de uso clínico dos profissionais e prazo de validade dos medicamentos utilizados.

Embora a ação seja, a priori, de cunho educativo, foram detectados diversos materiais impróprios para o consumo, sendo recolhidos, automaticamente, pelas equipes de fiscalização de acordo com o que é previsto pelo Artigo 18 Parágrafo 6° do Código de Defesa do Consumidor e artigo 7ª inciso IX da Lei Federal n° 8.137/90.

O material apreendido durante a fiscalização será encaminhado para a sede do Procon, localizado na Rua São José, no Alto do Cruzeiro, com assinatura de um termo de recolhimento do material pelo proprietário do estabelecimento.

“As ações estão sendo realizadas conforme orienta a Lei e o Código de Defesa do Consumidor. Todo o material apreendido será encaminhado a nossa sede, e em seguida repassado para a Vigilância Sanitária Municipal para que sejam tomadas as devidas providências”, declarou a gerente de Fiscalização Cecília Wanderley.

Procon

A participação do consumidor arapiraquense é de extrema importância nas relações de consumo. Toda e qualquer irregularidade deve ser informada ao órgão, através dos telefones (82) 3522-1010 e (82) 99991-2564, além do e-mail proconarapiraca@gmail.com.

Compartilhe:
Tags: ,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com