quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Notícias

In:

Maurício Quintella e Marx Beltrão assinam contrato de dragagem do Porto de Maceió

Por Assessoria
Fotos: AssessoriaContrato para execução da obras foi assinado nesta quarta em Brasília pelos dois ministros

Contrato para execução da obras foi assinado nesta quarta em Brasília pelos dois ministros

Em pouco mais de seis meses, a profundidade do porto de Maceió vai passar de nove para 11 metros. A obra vai gerar um aumento de até 30% na capacidade operacional do escoamento de cargas e facilitar a atração de navios de cruzeiros marítimos. Essas são as consequências da assinatura do contrato de R$ 31,7 milhões formalizado nesta quarta-feira (11) entre o Ministério dos Transportes, Portos e Aviação (MTPA) com a empresa belga Jan de Nul, vencedora da licitação. A dragagem de aprofundamento do Porto inclui o canal de acesso, a bacia de evolução e os berços.

O ministro dos Transportes, Maurício Quintella, lembrou que há quase 20 anos o porto de Maceió não recebe uma obra significativa. “Além de possibilitar o aumento da movimentação do porto, a dragagem vai gerar emprego e terá um impacto muito grande no desenvolvimento econômico do estado. Até o fim do 1º semestre de 2018, Maceió terá um porto mais competitivo”, avaliou o ministro.

Para o ministro do Turismo, Marx Beltrão, que assinou o contrato como testemunha, junto com o terminal de passageiros previsto para ficar pronto até o fim de 2018, a obra terá um grande impacto no estado. “Turismo e Transportes andam juntos. É impossível pensar num salto significativo no turismo sem uma infraestrutura adequada seja aeroportuária, portuária ou rodoviária”, comentou Marx Beltrão ao elogiar o esforço de Quintella para destravar investimentos importantes para o país e Alagoas especificamente.

Com as obras de dragagem do Porto de Maceió, espera-se um aumento de até 30% na movimentação de cargas, o que proporcionará redução de custos e maior rapidez nas operações dos navios graneleiros, que vão passar da média atual de 40 mil toneladas por porte bruto (TPB) para até 60 mil TPB. Atualmente o Porto de Maceió é o maior exportador de açúcar de toda a região nordeste. Atualmente o MTPA tem uma carteira de investimentos de R$ 1,2 bilhão em Alagoas.

“São investimentos que vão ajudar a consolidar o estado de Alagoas, com todas as suas belezas naturais e outros atrativos, como um dos mais importantes destinos turísticos do Brasil”, comentou o ministro do Turismo, Marx Beltrão. Recentemente, a maior agência de viagens da América Latina divulgou que Maceió superou os concorrentes e assumiu a liderança como o destino mais vendido da região nordeste. O Ministério do Turismo tem um total de investimento de R$ 546,6 milhões em contratos de repasse com Alagoas. Entre as obras em andamento, está a duplicação da AL 101, que vai ligar Maceió a Maragogi.

Responsáveis pelo Porto de Maceió, o administrador Gustavo Abdalla e o substituto, Luciano Correia, participaram da solenidade e agradeceram os ministros pelo empenho em viabilizar os investimentos.


Compartilhe:

Comente no Facebook

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com