quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Notícias

In:

Forças de segurança apreendem mais de 200 kg de drogas avaliadas em R$ 350 mil

Por Redação com Agência Alagoas

A cúpula da Secretaria de Estado da Segurança Pública de Alagoas (SSP) apresentou, durante coletiva de imprensa na tarde desta segunda-feira (24), o resultado de três ações integradas realizadas durante o fim de semana, que culminaram com a apreensão de 240 quilos de drogas, avaliadas em R$ 350 mil.

A maior ação ocorreu hoje em Maceió e resultou na apreensão de 192 kg de maconha, 1,5 kg de crack e 200 gramas de cocaína, além de um revólver calibre 38.

Segundo o delegado de Repressão ao Narcotráfico (DRN), Gustavo Henrique, as investigações duraram seis meses e foram realizadas pelo setor de Inteligência da Polícia Militar e pela DRN. Foram cumpridos quatro mandados de prisão e três de busca e apreensão, expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital.

O grupo era liderado por Ronaldo Caetano da Silva, conhecido como ‘CRB’, que encontra-se recolhido no Presídio do Agreste. Ele foi preso em cumprimento a mandado de prisão e já havia passagem pela polícia pelo crime de tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo.

As equipes realizaram a prisão de Carlos Roberto Vieira dos Santos, conhecido como ‘Bibi’ , em uma residência no Cleto Marques Luz. No local foram encontrados os tabletes de maconha, que vieram de Brasília.

“O próprio Carlos Roberto foi quem trouxe a droga de Brasília. Esse material chegou a Alagoas no domingo (23), mas, graças ao Serviço de Inteligência, as equipes estavam na rua desde as primeiras horas da manhã para conseguir localizar o alvo”, disse.

Além de Carlos Roberto, também foi preso Alfredo Filipe Tavares Lourenço, que também foi preso em cumprimento a mandado de prisão. Ele possuía passagem pela polícia pelo crime de tráfico de drogas.

Já Crisleide da Silva, a ‘Cris’, está foragida. Ela é esposa de Ronaldo Caetano e tinha como função ajudar na venda das drogas. Um detalhe que chamou a atenção dos investigadores foi o grau de parentesco entre os integrantes da organização criminosa. Alfredo é genro de Carlos Roberto.

O delegado Gustavo Henrique destacou que a ação é resultado do trabalho integrado que vem sendo desempenhado pelas forças policiais do Estado. “Esse é mais um trabalho brilhante em parceria com o Serviço de Inteligência da Polícia Militar. Esta é a segunda grande operação realizada nas últimas semanas e se deve ao entrosamento entre as equipes”, afirmou.

Durante a coletiva, o secretário da Segurança Pública, Lima Júnior parabenizou o trabalho realizado pelos serviços de Inteligência da Segurança Pública, que foi fundamental para conseguir desarticular organizações criminosas que abasteceriam o mercado alagoano.

“A rota desta droga é um pouco diferente do usual, mas, graças ao trabalho do Serviço de Inteligência, conseguimos tirar de circulação esses entorpecentes, o que impacta diretamente na redução de outros crimes”, afirmou o secretário.

Operação Dejavu apreendeu 40 kg de drogas em Junqueiro

Seguindo um modus operandi semelhante ao realizado semanas atrás, mais dois criminosos foram presos no sábado (22), na rodovia BR-101, em Junqueiro. Com eles, as equipes da Radiopatrulha, 1ª Companhia Independente e o Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc) apreenderam 40 kg de drogas, oriundas do estado do Sergipe.

Durante a madrugada, equipes interceptaram um Chevrolet Agile, de cor vermelha e placa NMF 5729, que vinha de Sergipe. Durante a abordagem os policiais encontraram 34 tabletes de maconha e seis tabletes de crack, totalizando 40 quilos de drogas. Jonatha José Pedro da Silva, de 24 anos, e Aderlanio Santos do Carmo, de 18 anos, foram presos em flagrante.

Durante a coletiva, o comandante da Radiopatrulha, tenente coronel Marlon Araújo, lembrou que as ações realizadas pela RP neste primeiro semestre resultaram em mais de 800 kg de drogas apreendidas. Ele também parabenizou a integração das forças da segurança e elogiou o trabalho desempenhado pelo Serviço de Inteligência da Polícia Militar.

“Somos recrutados para combater o tráfico de drogas e, mesmo com 885 quilos já apreendidos este ano, não vamos parara de agir. Não vamos arrefecer um centímetro no combate ao tráfico”, completou.

Participaram das operações integradas a 1ª Companhia Independente de São Miguel dos Campos, Gecoc, Serviço de Inteligência da Polícia Militar, Radiopatrulha, Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DRN), Asfixia, Tigre, Grupamento Aéreo e Comando de Policiamento da Capital (CPC).

Compartilhe:
Tags: ,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com