terça-feira, 16 de julho de 2019

Notícias

In:

Esmal pretende oferecer programa de mestrado, em parceria com a Ufal

Por Redação com Assessoria
Em reunião, foi apresentada proposta de projeto de mestrado para magistrados e servidores do Judiciário a ser executado pela Esmal e pela universidade (Foto: Assessoria)

Em reunião, foi apresentada proposta de projeto de mestrado para magistrados e servidores do Judiciário a ser executado pela Esmal e pela universidade (Foto: Assessoria)

Representantes da direção da Escola Superior da Magistratura de Alagoas (Esmal) estiveram reunidos com a reitora da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Maria Valéria Correia, e com o vice-reitor, José Vieira da Cruz, para discutir a implantação de um programa de mestrado em Direito para magistrados e servidores do Poder Judiciário alagoano.

O juiz Manoel Cavalcante, coordenador geral de Cursos da Esmal, explicou que as Escolas da Magistratura do Tocantins e do Ceará já ofertam mestrados em parceria com as universidades federais dos respectivos estados. No Tocantins, magistrados e servidores podem cursar mestrado profissional interdisciplinar em Prestação Jurisdicional e Direitos Humanos, enquanto que no Ceará o mestrado é em Planejamento e Políticas Públicas (MPPP).

“Foi uma reunião bastante positiva. Fomos discutir a proposta de apresentação de um projeto de mestrado para magistrados e servidores do Judiciário a ser executado pela Esmal e pela universidade. Vimos que a reitoria da Ufal também tem interesse em colocar o projeto adiante”, afirmou.

Segundo o magistrado, o projeto de mestrado deverá ser elaborado e apresentado até setembro. Em seguida, será submetido à avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), fundação do Ministério da Educação (MEC).

Os juízes Alberto Jorge Correia, coordenador de cursos para magistrados da Esmal, e Lorena Carla Sotto-Mayor, coordenadora de Pesquisa e Produção Científica e Acadêmica, além da coordenadora pedagógica Karoline Mafra também representaram a Esmal. O diretor da Faculdade de Direito de Alagoas (FAD), José Barros, o coordenador de mestrado em Direito, George Sarmento, e o pró-reitor de Pesquisa e Pós-graduação (Propep), Alejandro Cesar Frery Orgambide, também participaram da reunião.

 

 

 

Compartilhe:
Tags: ,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com