terça-feira, 15 de outubro de 2019

Notícias

In:

Estudantes da rede estadual comemoram primeiros lugares nas universidades após desempenho no Enem

Por Redação com Agência Alagoas

Se garantir uma vaga no ensino superior é uma realização, imagine se na conquista estiver o sabor especial do primeiro lugar. Na rede estadual, alguns alunos vivenciam esta experiência e são os melhores colocados entre os que concorreram às cotas ofertadas para a escola pública no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Eles relatam a importância das suas escolas na realização deste feito.

É o caso da Escola Estadual Dom Constantino Luers, de Campo Alegre, que já aprovou onze alunos na primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Quatro deles foram em primeiro lugar: Isamara Maria da Silva, em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal); Geovânia Maria de Melo Silva, em Engenharia Química, e Jessica Diodino da Silva Santos, em Enfermagem, ambas também na Ufal, e Andrez Domingos dos Santos, em Administração, pela Universidade Estadual de Alagoas (Uneal).

“Nossos alunos são o nosso orgulho. Sabemos que isto é resultado de um trabalho intenso feito desde o início do ano letivo, com foco nos conteúdos do Enem, aulões, simulados, além de cursinho promovido pelos professores do quadro. Mas temos a consciência de que, se o aluno não quiser, o resultado não chega. Isso é o que passamos para eles desde o primeiro dia”, destaca a diretora-geral Valquíria de Assis.

O bom histórico de aprovações da unidade de ensino também contribuiu para o aumento da matrícula, como explica a direção. “Em 2013, tínhamos cerca de 800 alunos e, hoje, são 1.250, com expectativa de que este número seja ampliado. Em 2013, tivemos quatro aprovados, enquanto em 2015 foram 30. Este ano, até agora, são 11 aprovados, mas este número deve aumentar com a segunda chamada. É um resultado diferenciado, para uma escola pública do interior. Aprovamos mais que a particular”, avalia Valquíria.

Apoio e superação

Emocionados, os novos feras falam da importância da escola nesta conquista. “Antes de pensar em estar realizada trabalhando, é preciso pensar em estar realizada estudando. Este ano, por meio das aulas de Sociologia, descobri que gosto de Ciência Política, e é nisto que quero me especializar e trabalhar”, afirma Isamara.

A autoestima trabalhada pelos professores foi o ponto destacado por Andrez. “Foi muito importante o incentivo da escola, dos professores sempre atentos, motivando. Isso eleva a autoestima”, declara o futuro administrador.

Superação foi a marca de Geovânia: ela é a primeira entre cinco irmãos a ingressar no ensino superior, um orgulho para toda a família. “Na escola, sempre gostei de todas as disciplinas, principalmente Exatas e Biologia, o que me levou a escolher o curso. A escola foi muito importante, assim como os professores, que fizeram de tudo para eu não desistir. Graças a este apoio, assim como da minha família, vou agora conseguir o que tanto quero”, explica emocionada.

Jessica Diodino também dedicou à família e aos professores sua conquista. “Estou muito feliz. Eu estava esperando este resultado, estava confiante, pelo trabalho feito pelos professores e os meus estudos em casa. Dedico esta vitória aos meus professores, minha família e a todos que acreditam em mim”, relembra Jéssica, que tirou 960 na Redação do Enem

Mais destaques

Quem também comemora a aprovação de seus alunos em primeiro lugar são as escolas estaduais Padre Aurélio Gois, de Junqueiro; Pedro Joaquim de Jesus, de Teotônio Vilela, e Irene Garrido, de Maceió. Nestas unidades, os estudantes Islane Caroline Ferreira, da Padre Aurélio Gois; Luís Elias da Silva Filho, da Escola Pedro Joaquim de Jesus, e Anderson Luiz Oliveira, da Irene Garrido, foram, respectivamente, os melhores colocados em Odontologia, Engenharia Civil e Letras Português/Francês, todos pela Ufal.

No campus Arapiraca da Ufal, a Escola Pedro Joaquim de Jesus obteve ainda o primeiro lugar em Letras Português/Inglês, com o aluno Washington Paixão Silva, e Química, com o estudante Thomás Henrique dos Santos.

Islane, que alcançou a nota 960 na Redação, conta que, apesar de estar confiante na aprovação, surpreendeu-se com a conquista do primeiro lugar. “Eu e minha família estamos muito felizes, pois é um sonho que vai se realizar. Sempre quis fazer Odontologia; não vejo a hora de começar a estudar, diz Islane.

Um dos 31 alunos da Escola Pedro Joaquim de Jesus aprovado na primeira chamada do Sisu, Luiz Elias também está animado para o início das aulas. “Farei minha matrícula nos próximos dias e estou ansioso para começar a estudar. Estou muito feliz e sou muito grato à escola, que teve um papel importante na minha aprovação”, conta.

Compartilhe:
Tags: ,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com