segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Notícias

In:

Depois do Carnaval: Tarifa de ônibus sobe para R$ 3,50 no dia 1º de março em Maceió

Por Redação com Assessoria
Retorno do Carnaval será 11% mais caro para usuários do transporte público em Maceió, a partir da quarta-feira de Cinzas (Foto: PEI FON/SECOM MACEIÓ)

Retorno do Carnaval será 11% mais caro para usuários do transporte público em Maceió, a partir da quarta-feira de Cinzas (Foto: PEI FON/SECOM MACEIÓ)

O prefeito de Maceió Rui Palmeira (PSDB) assinou o decreto que confirma o aumento de 35 centavos no valor da passagem dos ônibus urbanos, aprovado na manhã desta quinta-feira, pelo Conselho Municipal de Transportes. Em 1º de março, na Quarta-feira de Cinzas, tarifa deve subir de R$ 3,15, para R$ 3,50, após os conselheiros vetarem a proposta de R$ 3,75 levada à discussão pelos empresários do setor, na sede da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT).

O reajuste foi publicado no Diário Oficial do Município desta sexta-feira, 23, após ter sido aprovado por oito votos a um pelos conselheiros. E é um dos itens previsto na licitação dos transportes públicos, realizada no primeiro mandato do prefeito tucano.

O aumento vai representar um acréscimo de 11,11% na despesa do trabalhador, após um debate sobre a proposta inicial da Prefeitura de Maceió, que era de R$ 3,31. E foi fixado em decorrência da aplicação da fórmula do índice de reajuste, composta pela Variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA); Variação do preço do óleo diesel para grandes consumidores; Variação do Índice de Preços ao Produtor Amplo/Disponibilidade Interna (IPA-DI) e Índice de Preço ao Consumidor (IPC –Br/Di).

“Durante este período que antecedeu a reunião do Conselho, técnicos chegaram à conclusão de que o valor de R$ 3,50 da passagem atende ao equilíbrio econômico-financeiro. Infelizmente, ainda não é o que queríamos, visto a atual realidade de recessão que o país vive. Mas foi abaixo do que as empresas concessionárias propuseram”, ressaltou o presidente do Conselho Municipal de Transportes e superintendente da SMTT, Antonio Moura.

O valor desagrada os usuários, porque, mesmo com a sensível queda de passagens pagas, o serviço ainda é problemático nos horários de grande fluxo de passageiros. Apesar da nova frota, a superlotação é presente na maioria das linhas, em horários como o início da manhã e fim de tarde.

Mas a Prefeitura de Maceió vem destacando a melhoria do sistema de transporte em Maceió, com investimentos já realizados, a exemplo da implantação da faixa azul para ônibus, reforma de terminais, instalação e recuperação de pontos de ônibus, implantação de aplicativos para acompanhamento em tempo real dos ônibus coletivos, modernização do sistema com a aquisição de 95 novos ônibus pelas empresas concessionárias e mais acessibilidade a cadeirantes nos novos ônibus.

Também houve investimento para a inserção de mais itinerários ligando conjuntos e bairros, fiscalização do transporte clandestino e a integração temporal que oferece a disponibilidade de pagamento de uma única passagem ao embarcar em mais de um ônibus no período de 1h30, no mesmo sentido.

“A SMTT também vem fazendo a sua parte no que compete à fiscalização da operacionalidade do transporte público coletivo cobrando das empresas concessionárias uma maior prestação de serviço à população. Prova disso são as advertências realizadas após conhecimento de reclamações pelo serviço do 118 do órgão que funciona de segunda à sexta-feira, das 8h às 18h”, ressalta o superintendente da SMTT.

Compõem o Conselho Municipal de Transporte as seguintes entidades, órgãos e representações de categorias: Transpal, taxistas, Procuradoria-Geral do Município (PGM), rodoviários, SMTT, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e Câmara de Dirigentes Logistas (CDL).

 

Compartilhe:
Tags: ,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com