quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Notícias

In:

Prefeito Júlio Cezar e secretários visitam bairros de Palmeira onde poços artesianos foram reativados

Por Assessoria

O prefeito Júlio Cezar, acompanhado dos secretários de Agricultura Manuela Barbosa e de Articulação Política Emílio Silva, e do coordenador Municipal da Defesa Civil (Comdec) Flávio Emílio, visitaram hoje (20) pela manhã dois bairros onde poços artesianos já estão em pleno funcionamento. A ação faz parte do programa emergencial de controle à crise hídrica instalada no município de Palmeira dos Índios.

No bairro de Vila Maria, o poço tem capacidade para atender 500 famílias por dias. O segundo está localizado no bairro de São Francisco. Os poços são de alta vazão, possuem dessalinizadores e vão atender às necessidades da população tanto para beber a água quanto para a utilização em serviços diversos nas residências. “A população precisa muito desses poços. A água é potável, de boa qualidade para beber e os dessalinizadores retiram todas as impurezas. O poço da Vila Maria estava abandonado há anos. Nós o recuperamos em parceria com o Dnocs e também vamos recuperar o poço do Jardim Brasil, que vai ser o próximo. Mas também vamos recuperar outros poços da cidade de acordo com o nosso cronograma. Tudo isso é fruto de uma parceria com a prefeitura, o Denocs e o governo do Estado, para que a gente possa minimizar os problemas, neste momento de falta de água, principalmente nos bairros mais distantes, onde a Casal tem dificuldade de chegar”, explicou o prefeito Júlio Cezar.

E continuou. “Mas me sinto muito feliz porque a fila de pessoas pegando água para beber, porque a água é boa, mostra que um poço artesiano, em uma crise como esta, ficar desativado é uma inoperância do governo e do poder público. Falei com a secretária Manuela Barbosa que providenciasse uma licitação, em caráter emergencial para comprar bombas submersas, canos galvanizados, joelhos, registro de passagens e caixas d’água de cinco mil litros. A gente precisa ter um estoque de segurança porque tem que garantir que o poço amenize a falta de água e o sofrimento do povo por água. O papel da prefeitura, com a Casal, o Dnocs , o governo do Estado e a Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, é seguir sempre com o  plano de trabalho que estamos desenvolvendo, juntos, e que foi construído por nós e pelo governo do estado para socorrer Palmeira nessas ações emergenciais”, completou o prefeito.


Compartilhe:
Tags: ,,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com