domingo, 22 de janeiro de 2017

Notícias

In:

Ônibus da Polícia Militar reforça segurança na Orla de Maceió

Por Redação com Agência Alagoas
Presença próxima e frequente de policiais nos pontos turísticos, são necessárias por conta do alto valor financeiro que é transportado para a realização das compras. Fotos: Maxwell Oliveira

Presença próxima e frequente de policiais nos pontos turísticos, são necessárias por conta do alto valor financeiro que é transportado para a realização das compras. Fotos: Maxwell Oliveira

Para coibir práticas criminosas e aumentar a segurança de turistas e comerciantes, o maior policiamento na região da Orla de Maceió foi viabilizado, proporcionando auxílio aos visitantes, tanto em relação à garantia de um passeio protegido, como também, na orientação sobre medidas de prevenção.

 Recentemente, uma criança de nove anos estava perdida de seus pais, após ter ido lavar os pés nas águas da praia de Pajuçara. Um frequentador do local percebeu a aflição da menor e a encaminhou para o ônibus da corporação, onde os policiais se dispuseram a encontrar os genitores da jovem. Após 40 minutos de buscas, o casal mineiro foi localizado e a criança devolvida.

Ações como estas, comprovam a importância da criação de pontos de apoio, principalmente nos locais onde existe grande circulação de pessoas. Para compor o policiamento do ônibus, dois policiais ficam de permanência no interior do veículo, enquanto uma viatura composta por quatro militares fica responsável por realizar o policiamento nas redondezas da Feirinha.

Para a turista paranaense Nilva de Araújo, a presença próxima e frequente de policiais nos pontos turísticos, são necessárias por conta do alto valor financeiro que é transportado para a realização das compras.

“Geralmente, os turistas trazem dinheiro, bolsas e objetos, então é importante termos uma segurança disponível para evitar possíveis assaltos, ressaltando que às vezes não conhecermos os locais, nestes casos, só a presença do policial já nos tranquiliza para visitarmos tais lugares”, afirmou Nilva.

Já a comerciante e administradora da Feirinha, Márcia Belo, ressaltou que o simples fato de possuir uma base de segurança da PM vizinha ao centro comercial já diminui os índices de criminalidade na região.

“Antigamente, víamos muitas brigas ao redor da Feira, isso trazia uma imagem negativa para os visitantes. Agora só o fato de vermos um ônibus parado ao nosso lado, já reduz as possibilidades de ocorrer casos como estes. A Polícia Militar está de parabéns por esta atitude, que vem nos ajudando a aumentar as nossas vendas” explicou a administradora.

O comandante do 1º Batalhão de Polícia Militar (BPM), tenente-coronel Domingos da Silva, disse que além do policiamento disponibilizado para a Feirinha da Pajuçara, outras guarnições realizam rondas em toda região de orla.

“Precisamos fortalecer a segurança dos turistas, então é preciso a presença de uma base para coibir possíveis delitos, além de agir de forma ostensiva nas situações que venham a ocorrer. Somado aos policiais que estão permanentemente no local, existe o apoio das viaturas, que frequentemente estão realizando rondas no entorno da Feirinha”.

Feirinha de Pajuçara

A grande estrutura e a boa localização à beira-mar fazem da feira uma das mais concorridas de Maceió. São 200 barracas oferecendo artigos locais e regionais. As cores e as formas diversas dão vida a matérias-primas como palha, madeira, cerâmica, fibra do coqueiro, couro e barro.

Quando se fala em artesanato alagoano, esse é o primeiro lugar que vem à cabeça de muitos turistas. No meio da praia da Pajuçara, um galpão reúne uma grande quantidade de quiosques que vendem os mais variados produtos. Redes de descanso, castanhas, camisas, panos de prato, roupas produzidas em renda e pequenas lembrancinhas, têm um pouco de tudo nesse lugar.

Compartilhe:
Tags: ,,

Comente no Facebook

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>