segunda-feira, 17 de junho de 2019

Notícias

In:

Vai render

Por Redação com GE

E o Inter teima em não vencer. Agora serão apenas dois jogos para tentar evitar o rebaixamento, que já chega a 90% de chances, conforme o matemático Tristão Garcia. Na noite de segunda-feira, foi a São Paulo e perdeu para o Corinthians por 1 a 0, depois de um pênalti duvidoso, é verdade. O que fica, porém, é a situação na tabela. São 39 pontos, três a menos que o Vitória, primeiro fora do Z-4.

A vitória corintiana também foi motivada pelas arquibancadas. Os torcedores abusaram das cornetas em referência a uma suposta entrega colorada ao Goiás no Brasileirão de 2007, quando o Timão foi para a Série B. Em campo, o goleiro Danilo Fernandes foi o único que se salvou e ainda esbravejou cobranças ao grupo.

Confira abaixo o Pacotão da derrota do Inter para o Corinthians:

TEVE CORNETA

Nas arquibancadas da Arena Corinthians, os torcedores alvinegros desfraldaram suas cornetas diante da ameaça de rebaixamento do Inter. Entre faixas e os famosos DVDs, sugeriram uma suposta facilitação colorada ao Goiás na última rodada do Brasileirão de 2007, quando o Timão caiu para a Série B. No final, os gritos de “segunda divisão” foram amplificados.

SEMPRE DANILO

O primeiro gol só não saiu no primeiro tempo porque Danilo Fernandes estava em campo. Aos 11 minutos de jogo, o Corinthians fez uma tabela envolvente dentro da área colorada. Fagner ficou cara a cara com o goleiro, que saiu no abafa e evitou o tento paulista.

WALTER QUASE AJUDA

 

Aos 18, Vitinho fez um cruzamento despretensioso do lado esquerdo, a bola desviou em Marlone e enganou a todos. O goleiro Walter se complicou ao vê-la passar em sua frente e quase beijar a trave. Foi por pouco.

DE BUNDA

Aos 26, Vitinho não se deu bem em cobrança de falta ao lado esquerdo da área. Ele tentou bater em curva, mas escorregou e o chute apenas carimbou a defesa adversária.

SEM FAIR PLAY

Aos 34, a bola veio pelo alto para Aylon. O lateral-direito Fagner saltou no desespero e deixou o cotovelo no rosto do atacante colorado. O árbitro sequer marcou falta.

PÊNALTI?

Aos oito do segundo tempo, veio a polêmica. Marlone fez cruzamento da esquerda, e Romero e Ernando saltaram para disputar pelo alto. O corintiano caiu no gramado, e o árbitro Rodolpho Marques apontou pênalti. Lance, no mínimo, duvidoso. Marlone bateu e marcou o gol.

E DE NOVO

Mesmo com a necessidade de vencer, quem continuou “salvando” o Inter foi Danilo Fernandes. Em cobrança de escanteio aos 29, ele afastou de soco e ainda precisou se esticar para espalmar em cabeçada de Uendel no rebote. Até o fim do jogo, foram incontáveis os milagres.

INDIGNAÇÃO

Depois de salvar o time de uma goleada, Danilo Fernandes não suportou o martírio colorado e desabafou no microfone do SporTV. Cobrou dos companheiros que sejam “mais homens” e emendou: “Parece um time de juvenil”.

Compartilhe:
Tags: ,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com