quarta-feira, 17 de julho de 2019

Notícias

In:

Manifestação fecha ruas do centro de Maceió contra PEC do teto dos gastos

Por Redação com G1

Manifestantes saíram em caminhada pelas ruas do centro de Maceió nesta sexta-feira (11). Eles protestavam contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que limita os gastos públicos por um período de 20 anos.

Movimentos sociais, estudantes e sindicalistas participaram do ato, encerrado por volta das 13 horas (horário local). A organização afirma que cerca de 6 mil pessoas estavam na manifestação. A Polícia Militar acompanhou o protesto, mas não contabilizou número de participantes.

Por causa da manifestação, um intenso congestionamento se formou na região do Centro, refletindo no trânsito de outros pontos da capital. Outros estados do país e o Distrito Federal também registram protestos.

Os manifestantes propõem greve geral. “Está na hora de parar tudo. Contra o governo Temer, contra o golpe e todos os direitos que ele quer tirar. Não vamos dar sossego aos golpistas”, afirma uma das integrantes do movimento, Lenilda Luna.

Com faixas e bandeiras, o grupo bloqueou o cruzamento da Ladeira dos Martírios com a Rua do Sol, em frente ao Palácio Museu Floriano Peixoto, por horas. Depois foram para a rua de trás, onde fica localizado o palácio do governo, República dos Palmares, e encerram lá o protesto.

Luiz Gomes é integrante da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e servidor Universidade Estadual de Alagoas (Uneal). Ele afirma que a mobilização começou por volta das 9h. “Esse dia é nacional e temos que protestar porque não estamos tendo diálogo. O projeto do governo é de mais privatização, destruição do serviço público, arroxo salarial e outros”.

Cruzamento na Ladeira dos Martírios com a Rua do Sol foi fechado, provocando grande congestionamento na região do centro de Maceió (Foto: Waldson Costa/G1)

Cruzamento na Ladeira dos Martírios com a Rua do Sol foi fechado, provocando grande congestionamento na região do centro de Maceió (Foto: Waldson Costa/G1)

Outros protestos


No início da manhã, estudantes interditaram os dois sentidos de rodovia BR-104, em frente ao Campus A.C. Simões da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), em Maceió. O protesto durou cerca de duas horas e a pista já foi liberada.

Antes disso, os rodoviários da capital realizaram uma paralisação para protestar pelo mesmo motivo. Os ônibus urbanos, que normalmente começam a rodas às 4h30, só saíram das garagens depois de 8h. Mais de 600 ônibus deixaram de circular nas primeiras horas da manhã.

Com o bloqueio no trânsito, passageiros de ônibus tiveram que concluir trajeto a pé (Foto: Carolina Sanches/G1)

Com o bloqueio no trânsito do centro, passageiros de ônibus tiveram que concluir trajeto a pé (Foto: Carolina Sanches/G1)

 

Compartilhe:
Tags: ,,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com