quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Notícias

In:

Diretoria do ASA procura meios para pagar salários de antigos jogadores

Por Redação com GE/AL

A diretoria do ASA procura meios para solucionar os problemas financeiros. Em meio à reformulação do elenco para a temporada de 2017, a nova gestão, liderada pelo radialista Nelson Filho, tem mais um desafio: pagar os vencimentos dos jogadores que participaram da campanha na Série C. Para resolver o empecilho e não ter o clube com novos processos na Justiça do Trabalho, o presidente pretende usar, principalmente, futuros repasses de patrocinadores. A tentativa será de quitar os débitos na primeira quinzena de dezembro. 

– Olha, a diretoria do ASA está trabalhando para solucionar esses problemas. Estamos pensando em modos de conseguir incentivos financeiros, como o sorteio da moto, por exemplo, e o recebimento de recursos de alguns patrocinadores que irão fazer um repasse financeiro ao ASA para tentar sanar isso até a primeira quinzena de dezembro. Vamos fazer de tudo para pagá-los porque além de evitar problemas na justiça futuramente, temos o dever de honra nossos compromissos com esses atletas que vestiram a camisa do clube com amor na Série C – disse Nelson Filho, presidente do ASA.

Nelson Filho, presidente do ASA (Foto: Ascom/ASA)

Os salários em atraso, em questão, são os referentes aos últimos vencimentos dos jogadores que participaram da Série C. Após a participação do ASA na competição – foi eliminado nas quartas de final para o Guarani -, o então presidente da equipe, Hellycarlos Albuquerque, repassou cheques como garantia para os atletas que moram fora de Alagoas e deixou apalavrado o compromisso de sanar as dívidas com jogadores da região. A intenção da antiga diretoria era pagar o combinado no mês de outubro, assim que o Alvinegro tivesse crédito em caixa.

– Eu não sei dizer ao certo quando jogadores são, porque o departamento financeiro está tomando conta disso, mas creio que são todos os jogadores. Alguns saíram daqui com um cheque, como forma de garantia, e outros saíram com um acordo verbal. O importante é que a gente possa trabalhar para honrar nossos compromissos com eles – completou Nelson Filho. 

Compartilhe:
Tags: ,,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com