quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Notícias

In:

Alagoas fecha outubro com saldo positivo de empregos, diz Caged

Por Redação com G1

Alagoas registrou saldo de 5.832 empregos com carteira assinada em outubro deste ano, o maior entre todos os estados do país, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quinta-feira (24).

Foram 12.479 novas contratações e 6.647 demissões no mês. De janeiro a outubro, entretanto, o estado tem saldo negativo, -10.610 vagas, com 99.697 admissões e 110.307 demissões. Quando observados os últimos doze meses, o saldo também é negativo, mas um pouco menor, -8.842 vagas.

As usinas, que fazem parte do chamado setor de indústria de produtos alimentícios, bebidas e álcool etílico, foram as principais responsáveis pela maioria das admissões de funcionários. Foram 6.616 contratados e 898 demitidos, mantendo um saldo positivo de 5.718 vagas.

Já o ramo da construção civil foi o que mais demitiu gente. 1.149 trabalhadores perderam seus empregos, enquanto apenas 746 foram admitidos. Foram 403 vagas fechadas.

Rio Largo se destaca entre os municípios
No recorte por municípios, a pesquisa leva em consideração os que têm mais de 30 mil habitantes. Em Alagoas, 19 cidades foram avaliadas de perto pelo Caged.

O município de Rio Largo, localizado na Região Metropolitana de Maceió, foi o que mais contratou pessoas no mês de outubro. Foram admitidos 3.686 funcionários, enquanto 160 foram demitidos.

Em seguida, está a capital Maceió, que contratou 3.577 pessoas. No entanto, mesmo com grande número de admissões, 4.140 pessoas foram desligadas das empresas, deixando um saldo de -563 vagas.

Arapiraca é o terceiro que mais admitiu, mas o segundo município que mais demitiu funcionários. Foram 627 contratações, contra 578 demissões. Mesmo assim, conseguiu manter um saldo positivo de 49 vagas.

Segundo o Caged, no total, as 19 cidades analisadas na pesquisa mais contrataram (10.059) do que demitiram (5.689) no último mês de outubro. Mantendo, ao todo, um saldo positivo de 4.370 novas vagas. Mas assim como nos dados do estado, o acumulado do ano foi negativo, com um saldo de -8.434 vagas.

IBGE
Na última terça (22), O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontou que a taxa de pessoas desocupadas em Alagoas aumentou no terceiro trimestre deste ano e chegou ao maior número já registrado para o estado desde que a pesquisa começou a ser feita, no início de 2012, 14,8%.

Compartilhe:
Tags: ,,,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com