quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Notícias

In:

Maceió, Arapiraca, Palmeira dos Índios e Santana do Ipanema têm o maior número de casos

Por Redação com Acessória
(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), por meio da Supervisão de Cuidados à Pessoa com Deficiência (Suped), e com o apoio do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Alagoas (Cosems), visitaram o município de Santana do Ipanema nessa segunda-feira (26) para monitorar o acompanhamento das crianças com microcefalia. A equipe já esteve em Arapiraca e nos próximos dias deve monitorar a situação em Palmeira dos Índios e Maceió.

 

O objetivo é verificar como estão funcionando as áreas que precisam estar envolvidas com os cuidados a estas crianças. “Elas precisam receber um olhar multidisciplinar e ter a estimulação precoce garantida nos serviços intermunicipais de reabilitação. Precisam ainda ter a sequência deste atendimento no Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf) e na Atenção Básica a puericultura, ou seja, o acompanhamento e o desenvolvimento da criança com microcefalia”, destacou a assessora técnica do Cosems, Mirna Vaz.

 

De acordo com ela, os setores responsáveis por estas crianças nos municípios precisam trabalhar de forma integrada e multidisciplinar, para que possam, dentro das limitações de saúde, ter o melhor desenvolvimento possível. Em Alagoas já são 345 casos suspeitos e notificados; 156 descartados; 145cdom alteração; 100 com microcefalia e 34 com alterações no Sistema Nervoso Central (SNC).

Compartilhe:
Tags: ,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com