domingo, 25 de agosto de 2019

Notícias

In:

Vereadores aprovam voto de repúdio contra a Frigovale e a prefeita Célia Rocha

Por Redação com Assessoria
Alunos da Uneal compareceram à sessão desta terça-feira (Foto: Assessoria)

Alunos da Uneal compareceram à sessão desta terça-feira (Foto: Assessoria)

Com a presença de alunos do Curso de Administração da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), nas disciplinas de Sociologia e Ética nos Negócios, coordenados pelo professor Marcos Dantas e o presidente da Câmara Municipal de Cachoeirinha, em Pernambuco, Jonas Eduardo, a Câmara Municipal de Arapiraca, realizou na noite desta terça-feira, 17, sua sessão ordinária.

Os trabalhos foram dirigidos por Márcio Marques, Sérgio do Sindicato e Moisés Machado Roninho.

Entre os projetos aprovados, destaque para o de autoria dos vereadores Moisés Machado e Professora Graça, que autoriza a meia entrada para professores do ensino público e privado em estabelecimentos que promovam lazer e entretenimento e estimulem a difusão cultural.

De acordo com o projeto, fica assegurado aos professores do ensino fundamental, médio, técnico e universitário, da rede pública ou particular, que lecionam nas instituições de ensino de Arapiraca, a concessão de 50% na aquisição de ingressos em cinemas, casas de espetáculos e diversos,em estádios e ginásios esportivos, além de outros eventos artísticos, culturais no município arapiraquense.

Também foi aprovado voto de repúdio, assinado por todos os vereadores, contra a Empresa Frigovale. Falando em nome dos demais vereadores, a Professora Graça justificou o voto de repúdio, ao lembrar que no último dia 3 de maio, quando foi realizada uma audiência pública com os diretores da empresa, para discutir sobre as denúncias dos moradores do Conjunto Residencial Brisa do Lago, com o mau cheiro, provocado pelo abate dos animais, eles não compareceram, mandando apenas um comunicado, que chegou no momento em que a audiência pública já acontecia.

Como também dos marchantes que se sentiram prejudicados com algumas medidas da empresa, tais como o atraso na entrega da carne, que deveria acontecer por volta das 6 horas da manhã e só acontece depois das 9 horas, o que tem causado um grande prejuízo à categoria.

De acordo com a Professora Graça, ao se negar a participar da audiência pública, a empresa só não falta com respeito ao Poder Legislativo, como também a uma população estimada em 240 mil habitantes e que era representada pelos 15 vereadores.

Ainda na sessão da noite desta terça-feira, houve outro voto de repúdio, desta vez da vereadora Aurélia Fernandes, contra a prefeita Célia Rocha.

Diz a nota:

Hoje pela manhã estive ao lado dos servidores municipais na luta por reajuste salarial.

Esse é meu papel de vereadora: apoiar a melhoria dos serviços oferecidos à população.

Infelizmente, num ato de desrespeito comigo e com o povo que me elegeu, a prefeita negou meu acesso à reunião com os servidores.

Deixo meu repudio a senhora prefeita Célia Rocha. Não coloco vaidades pessoais à frente dos interesses coletivos.

O mais importante são os servidores conseguirem ser atendidos nas suas reivindicações.

Quero agradecer cada abraço e amizade de solidariedade que recebi contra o desrespeito da prefeita com uma representante do povo.

Podem contar comigo.

Juntos somos mais fortes!

Aurélia Fernandes – Vereadora Arapiraca AL – PSB, concluiu a nota assinada pela vereadora e enviada à imprensa local.

Compartilhe:
Tags: ,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com