sexta-feira, 06 de dezembro de 2019

Notícias

In:

Camila Pitanga conta como usou a internet para reagir a críticas

Por Redação com G1
Mãe de Antonia, de sete anos, Camila Pitanga quer ter mais filhos (Foto: Fernando Lemos/G1)

Mãe de Antonia, de sete anos, Camila Pitanga quer ter mais filhos (Foto: Fernando Lemos/G1)

Há uma discreta diferença entre a Camila Pitanga vista agora no horário nobre da Globo como Maria Tereza, a protagonista de “Velho Chico”, e a que esteve no ar no mesmo horário, entre março e agosto do ano passado, na malsucedida “Babilônia”. A atriz conta que mudou de atitude após ter sido “execrada” na internet por conta das críticas feitas ao jeito durão de Regina, mocinha da novela anterior. A personagem era vista como chata pelos telespectadores, mas o alvo passou a ser Camila. Na tentativa de reverter a situação, ela foi orientada por especialistas em redes sociais a ser atuante no Twitter. Tirou sarro de si mesma, divertiu-se com os memes — gerou outros novos — e virou um hit.

  Sou reservada, mas desencanei dessa minha pessoa pública ponderada demais. O Twitter me ensinou isso. Botei ali um lado meu que ri de si mesma. Aos olhos de um leigo, as coisas que dizem na internet parecem pesadas e perversas, mas é quase sempre bobagem. Aquele é o terreno do trivial, não tem como ser tão profundo em poucos caracteres. Às vezes acho que sou quase ridícula no Twitter, mas tudo bem — pondera a atriz, enquanto bebe um gole de chá gelado no café do Jardim Botânico do Rio.

A “desencanada”, ela jura, vai além da imagem virtual. Lançada como atriz aos 16 anos na minissérie “Sex appeal” (1993), Camila já se sentiu “muito fora do timing” por não ter a experiência necessária para interpretar alguns personagens quando começou. Para seguir na profissão, diz que vestiu uma capa de mulher durona.

“Fui cobrada. Eu não tinha formação alguma, nem uma mínima estrada, e era tida como profissional. Era complicado. Por muito tempo me coloquei num lugar de grande exigência comigo mesma, como se tivesse que dar conta de tudo. Mas estou aprendendo que a fragilidade faz parte, estou me permitindo mais”, conta ela, que diz não ver problemas em pedir ajuda: “Faço terapia, tenho bons amigos, uma família amorosa”.

Ao ser chamada para “Velho Chico”, Camila buscou a opinião de pessoas próximas. “Babilônia” tinha acabado havia apenas três meses, e ela nem pensava em voltar à TV tão rápido.

Há uma discreta diferença entre a Camila Pitanga vista agora no horário nobre da Globo como Maria Tereza, a protagonista de “Velho Chico”, e a que esteve no ar no mesmo horário, entre março e agosto do ano passado, na malsucedida “Babilônia”. A atriz conta que mudou de atitude após ter sido “execrada” na internet por conta das críticas feitas ao jeito durão de Regina, mocinha da novela anterior. A personagem era vista como chata pelos telespectadores, mas o alvo passou a ser Camila. Na tentativa de reverter a situação, ela foi orientada por especialistas em redes sociais a ser atuante no Twitter. Tirou sarro de si mesma, divertiu-se com os memes — gerou outros novos — e virou um hit.

— Sou reservada, mas desencanei dessa minha pessoa pública ponderada demais. O Twitter me ensinou isso. Botei ali um lado meu que ri de si mesma. Aos olhos de um leigo, as coisas que dizem na internet parecem pesadas e perversas, mas é quase sempre bobagem. Aquele é o terreno do trivial, não tem como ser tão profundo em poucos caracteres. Às vezes acho que sou quase ridícula no Twitter, mas tudo bem — pondera a atriz, enquanto bebe um gole de chá gelado no café do Jardim Botânico do Rio.

A “desencanada”, ela jura, vai além da imagem virtual. Lançada como atriz aos 16 anos na minissérie “Sex appeal” (1993), Camila já se sentiu “muito fora do timing” por não ter a experiência necessária para interpretar alguns personagens quando começou. Para seguir na profissão, diz que vestiu uma capa de mulher durona.

“Fui cobrada. Eu não tinha formação alguma, nem uma mínima estrada, e era tida como profissional. Era complicado. Por muito tempo me coloquei num lugar de grande exigência comigo mesma, como se tivesse que dar conta de tudo. Mas estou aprendendo que a fragilidade faz parte, estou me permitindo mais”, conta ela, que diz não ver problemas em pedir ajuda: “Faço terapia, tenho bons amigos, uma família amorosa”.

Ao ser chamada para “Velho Chico”, Camila buscou a opinião de pessoas próximas. “Babilônia” tinha acabado havia apenas três meses, e ela nem pensava em voltar à TV tão rápido.

 

— “Babilônia” foi uma novela difícil. Ainda estou elaborando aquele trabalho — justifica.

 

— “Babilônia” foi uma novela difícil. Ainda estou elaborando aquele trabalho — justifica.

Compartilhe:
Tags: ,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com