quinta-feira, 20 de junho de 2019

Notícias

In:

Acidentes com postes reduzem em Alagoas, mas continuam altos

Por Redação Com Assessoria
(Foto: Assessoria)

(Foto: Assessoria)

O número de acidentes envolvendo postes de energia elétrica no ano de 2015 diminuiu 14%, em comparação com 2014. Segundo dados da Eletrobras Distribuição Alagoas no ano passado, 544 postes precisaram ser substituídos em todo o Estado, por conta de abalroamentos, sendo 64,49% na região Metropolitana e 35,51% nos demais municípios de Alagoas.

Em 2014 foram registrados 632 abalroamentos, que provocaram 2.105 horas de interrupção. Já em 2015, Alagoas ficou 2.002 horas sem energia, como resultado dos danos causados à rede elétrica devido a colisões de veículos em postes.

Para o gerente de Manutenção da Eletrobras, Bruno Amaral, mesmo com a redução, o número de ocorrências ainda é alto e precisa cair mais. “Percebemos que a maioria dos acidentes está associado ao uso de álcool. É necessário que os condutores se conscientizem que não devem beber se for dirigir, pois os prejuízos das colisões em postes são muito grandes, principalmente para a população”, alerta o gerente.

Somente em 2014 a Eletrobras direcionou R$ 4 milhões para trocar postes abalroados e, em 2015, o montante foi de R$ 3,8 milhões, o que é considerado muito alto. “Esses recursos poderiam ser destinados à manutenção do sistema elétrico, por exemplo”, informa Bruno Amaral.

Em média, a substituição de um poste custa R$ 7 mil, mas esse valor pode variar de acordo com as condições da estrutura atingida: qual o tipo de poste, o que está instalado nele e qual a carga (energia) interrompida na área afetada. Em 2015, as colisões com postes aconteceram com maior frequência nos dias de domingo, representando 29,09% do total de ocorrências. Em 2014, a porcentagem foi de 18,05%.

Segundo Bruno Amaral, o impacto maior é a interrupção do fornecimento de energia elétrica para os consumidores. “A população é quem mais sofre. Em quase todos os casos falta energia elétrica no local do acidente e, em muitos deles, bairros inteiros têm o fornecimento interrompido até que seja feito o reparo ou a troca do poste”.

O engenheiro explica que, após a colisão, o condutor do veículo pode, além de sofrer alguma lesão em virtude da batida, receber um choque elétrico, podendo inclusive envolver algum pedestre que esteja passando pelo local.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com