sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Notícias

In:

Governo traçará diretrizes e metas do Programa de Grãos em 2016

Por Redação Com Agência Alagoas
Em 2015, foram plantados em Alagoas 30 mil hectares de milho, com uma produção de quase 60 mil toneladas

Em 2015, foram plantados em Alagoas 30 mil hectares de milho, com uma produção de quase 60 mil toneladas

A comissão responsável pelas ações do Programa de Incentivo à Produção de Grãos em Alagoas se reúne na segunda-feira (18) para traçar as metas e diretrizes do programa em 2016, além de realizar uma avaliação das ações executadas em 2015. O encontro acontece no auditório da Federação da Agricultura e Pecuária de Alagoas (Faeal), a partir das 14h, com as presenças do secretário de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura, Álvaro Vasconcelos; do superintendente da Conab em Alagoas, Elizeu Rêgo, do delegado federal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Alay Correia, além de empresários e representantes de empresas de implementos e equipamentos agrícolas.

O secretário Álvaro Vasconcelos lembra os avanços alcançados com o programa de grãos em 2015, no sentido da diversificação agrícola de Alagoas com foco nas culturas do milho e da soja, mas ressalta a necessidade de intensificar o trabalho para que o Estado atinja suas metas. “Criamos o Programa de Grãos em janeiro de 2015 e, durante todo o ano, buscamos incentivar o produtor rural alagoano a investir na diversificação em meio à crise vivenciada pelo setor sucroenergético. Conseguimos duplicar a produção de milho e, pela primeira vez na história, Alagoas exportou soja para a Europa. Isso foi muito positivo, mas precisamos planejar com cuidado as ações em 2016 para que esse esforço seja recompensado”, disse Vasconcelos.

De acordo com dados da Comissão de Grãos, em 2015 foram plantados em Alagoas 30 mil hectares de milho, com uma produção de quase 60 mil toneladas. No ano anterior, essa produção havia sido de apenas 24 mil toneladas. “Temos a orientação do governador Renan Filho de buscar a autossuficiência na produção do milho. Atualmente, Alagoas consome cerca de 550 mil toneladas de milho por ano. Precisamos reduzir o volume que é trazido de outros estados, mantendo em Alagoas o dinheiro que é gasto na compra desse produto”, explica o secretário de Agricultura.

Com relação à soja, foram plantados em Alagoas, em 2015, pouco mais de 400 hectares, com uma safra de aproximadamente 800 toneladas, o que representa uma produtividade bastante satisfatória se comparada à produção em outros estados com mais tradição nesse plantio. “Fizemos o plantio experimental da soja e fomos surpreendidos por uma produção de qualidade, que atraiu o interesse estrangeiro por não ser transgênica, o que elevou o seu valor. Chegamos a negociar a saca da soja por mais de R$ 90, um ótimo preço. Em 2016, vamos buscar a duplicação da área plantada e do volume produzido, uma vez que o empresário já percebeu a viabilidade da soja em Alagoas”, completou Vasconcelos.

Compartilhe:
Tags: ,,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com