domingo, 20 de outubro de 2019

Notícias

In:

Lula cobra medidas que apontem para crescimento

Por Redação com 247

lulalaO ex-presidente Lula está incomodado com a recepção negativa tanto do mercado quanto da base histórica do PT ao novo ministro da Fazenda, Nelson Barbosa; por isso, ele cobra do governo que anuncie logo nos primeiros dias de 2016 medidas concretas que sinalizem mudanças na política econômica rumo à retomada do crescimento; para Lula, a criação de expectativas positivas no início do segundo ano do governo Dilma Rousseff é fundamental para garantir apoio popular à presidente na batalha contra o impeachment; o ex-presidente teria dito que é preciso explicar para a população o que vai mudar com a entrada de Barbosa no lugar de Levy; entre as novidades que o governo deve anunciar estão a reforma da Previdência em acordo com empresários e empregados e a adoção de medidas para destravar concessões públicas, consideradas ainda insuficientes.

O ex-presidente Lula está incomodado com a recepção negativa tanto do mercado quanto da base histórica do PT aos primeiros movimentos do novo ministro da Fazenda, Nelson Barbosa. Por isso, ele cobra do governo que anuncie logo nos primeiros dias de 2016 medidas concretas que sinalizem mudanças na política econômica rumo à retomada do crescimento. Para ele, a criação de expectativas positivas no início do segundo ano do governo Dilma Rousseff é fundamental para garantir apoio popular à presidente na batalha contra o impeachment.

A preocupação foi manifestada por Lula no início da semana a auxiliares e integrantes do governo. Segundo relatos, o ex-presidente teria dito que o início da gestão de Barbosa conseguiu desagradar tanto à direita quanto à esquerda. O mercado financeiro reagiu mal ao anúncio do novo ministro. Apesar de Barbosa ter assumido com um discurso de manutenção do ajuste fiscal e equilíbrio das contas públicas, a resposta foi uma alta no preço do dólar e queda das ações na bolsa. Por outro lado, a defesa do ajuste fiscal e o anúncio da intenção de fazer uma reforma na Previdência enfureceram os movimentos sociais.

Lula quer criar uma nova narrativa para 2016. Segundo ele, a mudança de nomes por si só não surte efeito. Lula teria dito que é preciso explicar para a população o que vai mudar com a entrada de Barbosa no lugar de Levy. Por isso, o ex-presidente tem procurado ministros para tentar convencer Dilma a anunciar medidas concretas nos próximos dias e dar um novo discurso a Barbosa.

Até o momento, o governo prepara algumas novidades, ainda consideradas insuficientes, como a reforma da Previdência em acordo com empresários e empregados e a adoção de medidas para destravar concessões públicas.

Compartilhe:
Tags: ,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com