quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Notícias

In:

Governador Renan Filho abre diálogo com professores e alunos da Uneal

Por Ivan1

unealEm menos de oito meses de gestão, o Governo de Alagoas viabilizou para a Universidade Estadual de Alagoas (Uneal) a nomeação de 36 professores; a suplementação de mais de R$ 6,3 milhões para obras nos campi de Santana do Ipanema e União dos Palmares; e a compra de um sistema acadêmico.

O custeio da instituição, que era no início do ano orçado em R$ 252 mil/ mês, será elevado para R$ 300 mil.

“A Uneal é a única instituição do governo que não sofreu cortes e receberá um aporte. As reduções foram estabelecidas em todos os entes do Executivo, com exceção das duas universidades. E, o aumento foi repassado com exclusividade para a Uneal”, afirmou o governador Renan Filho.

O chefe do Executivo de Alagoas esteve reunido nessa sexta-feira, 14, com o reitor Jairo Campos, vice-reitor Clébio Correia de Araújo, representantes dos sindicatos de professores e técnicos, e alunos da universidade, numa conversa marcada pela franqueza e diálogo.

O reitor Jairo Campos avaliou a importância do momento. “Eu quero agraceder pelo encontro. Sei que não é fácil reunir numa mesa governador, professores e alunos. Essa é a primeira vez que uma reunião assim é feita”, revelou o gestor.

Renan Filho disse estar ciente das dificuldades. “Eu não estou nem nunca estive inerte. O momento é muito difícil e temos feito o esforço máximo para avançar nas questões da Uneal. Mas é preciso que também seja dada atenção às conquistas nesses sete meses”, declarou o governador.

No entanto, mesmo com as contratações, ainda há carência de professores. “Já convocamos 36 e nosso esforço é no sentido de mais nomeações. A decisão política é essa e vamos concretizá-la, mas sem ferir a legalidade”, ponderou Renan Filho.

Na ocasião, o coordenador geral do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Uneal, Junior Araújo, entregou uma carta ao governador – um pedido com ações efetivas. “Precisamos ter mais professores, ampliar a verba de pesquisa, garantir a autonomia financeira da instituição, dentre tantas outras demandas”, elencou o aluno.

No que diz respeito à pesquisa, o governador apontou que a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal), que antes destinava 90% das suas bolsas para uma única instituição, hoje democratizou o acesso. A Uneal passou a ser contemplada e por mérito.

Ficou acordado um canal aberto e permanente entre a universidade e o governo. “Tanto eu como vocês queremos o melhor para a Uneal, fazemos parte do mesmo time”,disse o governador.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com