domingo, 23 de setembro de 2018

Notícias

In: ,

Atividades impulsionadas por entidades marcam comemorações do mês do Assistente Social

Semana do Assistente Social em Arapiraca (Foto: Amanda Duarte)

Semana do Assistente Social em Arapiraca (Foto: Amanda Duarte)

O mês de maio foi marcado por atividades de formação e mobilização dos profissionais do Serviço Social em Alagoas. As ações alusivas ao dia do/a Assistente Social, comemorado nacionalmente em 15 de maio, foram impulsionadas por entidades locais e nacionais ligadas à categoria e chamaram a atenção dos assistentes sociais e da população em geral para as necessidades, capacidades e conquistas do Serviço Social no Brasil, especialmente no estado.
A Semana do/a Assistente Social de Alagoas, principal evento desse Mês de Luta e Mobilizações, reuniu estudantes e profissionais do Serviço Social em Maceió, nos dias 13 e 15, e em Arapiraca, no dia 14, para uma série de seminários temáticos que tiveram como palestrantes estudiosos dos estados de Alagoas, Rio de Janeiro, São Paulo e Sergipe. O evento discutiu as atribuições, competências e o trabalho dos/as assistentes sociais, assim como o compromisso ético-político da categoria com a defesa das Políticas Públicas e da classe trabalhadora.
Para o presidente do Conselho Federal de Serviço Social – CFESS, Maurílio de Castro, que foi um desses palestrantes, não há dúvida de que as assistentes sociais e os assistentes sociais são profissionais que estão presentes no cotidiano não apenas da população usuária dos serviços sociais, mas da classe trabalhadora como um todo.
“Nesse sentido, dar visibilidade a essa ação profissional é reafirmar não apenas um compromisso, mas uma materialização das suas ações junto às necessidades da classe trabalhadora, na busca de mediação para o acesso aos direitos e também na sua organização para tal”, afirma o presidente, que também é professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.
A Semana do/a Assistente Social foi uma realização do Conselho Regional do Serviço Social (CRESS/AL), do Sindicato dos Assistentes Sociais do Estado de Alagoas (SASEAL), da Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social (ABEPSS), da Executiva Nacional dos Estudantes de Serviço Social (ENESSO) e das Faculdades de Serviço Social da Universidade Federal de Alagoas de Maceió e Palmeira dos Índios. O evento contou com o poio do CFESS e dos cursos de Serviço Social da UNIT/Maceió, da FRM/Maceió, do IESC/Arapiraca e do CESMAC/Maceió.
Entidades e profissionais do Serviço Social também participaram ativamente de ações ligadas à Luta Antimanicomial, a exemplo do ato que aconteceu no dia 18, no Centro de Maceió, e da Audiência Pública sobre a Rede municipal de Saúde Mental, que também foi realizada na capital alagoana, no dia 28. Analice Dantas, presidente do CRESS/AL, explica que a participação do conselho e demais órgãos do Serviço Social nessas atividades soma forças na luta por uma Rede de Saúde Mental eficiente e humanizada.
“Defendemos o fortalecimento de uma rede de atenção integral, pública e efetiva com gestão direta do estado e dos municípios e que atenda com qualidade às necessidades das pessoas com sofrimentos psíquicos e/ou dependência química”, revela a presidente.
O II Encontro de Assistentes Sociais do Sertão Alagoano, realizado pelo Instituto Paulina no município de Pão de Açúcar, e a 9ª Semana Unit do Serviço Social, realizada em Maceió, são algumas das demais atividades organizadas no estado em homenagem ao dia do/a Assistente Social.
Conforme indica o lema da campanha comemorativa do Conjunto CFESS/CRESS deste ano, os/as Assistentes Sociais são profissionais de luta. Em Alagoas, a categoria comprovou isso por meio das atividades realizadas neste mês. Certamente, essas ações contribuíram e ainda contribuirão para reflexões e construções permanentes do Serviço Social em Alagoas.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com