quinta-feira, 20 de junho de 2019

Notícias

In:

Renovação da malha rodoviária impulsiona crescimento do Estado

Por Ivan1

Alça da Flamenguinha, obra estratégica para o turismo, vai reduzir o percurso entre o Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares e o Litoral Norte

Alça da Flamenguinha, obra estratégica para o turismo, vai reduzir o percurso entre o Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares e o Litoral Norte

  Os investimentos em infraestrutura nos últimos anos refletem diretamente no crescimento do Estado. As rodovias são um bom termômetro de desenvolvimento e, quanto maior o número de estradas em boas condições, maior é a segurança e a redução de custos em locomoção e logística.  Até setembro de 2014, aproximadamente R$ 890 milhões foram investidos em infraestrutura rodoviária em Alagoas, valor que resultou na pavimentação de mais de mil quilômetros da malha rodoviária estadual.
O Governo do Estado investiu em todas as regiões, explorando melhores condições de mobilidade de forma estratégica. O resultado visto hoje são os vários trechos já entregues e outros em fase final de obras, que variam entre 80% e 90% de conclusão, segundo informações do órgão responsável pela coordenação dessas obras no Estado, o Departamento de Estradas e Rodagem (DER).
O governador Teotonio Vilela Filho destaca a qualidade das obras executadas em sua gestão e comemora o impacto delas na população. “Ainda estamos inaugurando obras em todo o Estado, e fico muito feliz de dizer que são muitas inaugurações. Parte importante destas entregas são as rodovias, estradas de qualidade, sinalizadas e recuperadas, responsáveis por trazer desenvolvimento a nossa Alagoas”, diz o governador.

    
    Entregas

Entre as grandes entregas já realizadas está a duplicação de duas das principais rodovias do Estado, que se entendem do Pontal da Barra até o trevo do Gunga, a AL-101 Sul (52 km) e a AL-220 (6 km). Ao longo de AL-101 Sul, quatro pontes também foram duplicadas e três novos viadutos construídos. Já a interferência na AL-220, representa grande importância, pois facilitou o escoamento de produtos e mercadorias entre a capital e o interior, principalmente na região do Agreste.
Esperado há mais de 50 anos pela população de Jundiá, na Região Norte, o trecho da AL-480 foi entregue em 2011 e estabeleceu 11 km de entroncamento da BR-101 até a cidade. Toda a recuperação da malha rodoviária chegou a contemplar mais de 80 municípios, foram 80 acessos municipais e a recuperação de rodovias importantes, no Agreste e Sertão, com a AL-220, AL-225, AL-145 e AL-499; e no Vale do Paraíba e Mundaú, com a AL-440, AL-210 e AL-110. Na AL-225 mais um trecho de 30 km também foi restaurado, na parte da rodovia que tangencia a Região Sul.
Segundo o governador, todo investimento em rodovias foi tratado com prioridade desde o início de sua gestão. “O nosso Estado hoje está preparado para receber investimentos, para garantir melhorias na qualidade de vida. Desde o início de minha gestão, o DER tem trabalhado para ampliar e melhorar a malha rodoviária de Alagoas, essa sempre foi uma de nossas prioridades”, reforçou Teotonio Vilela.

    Mais desenvolvimento

Ainda em andamento, a Alça da Flamenguinha está orçada em R$ 39 milhões, com recursos do Governo do Estado e convênio com o Ministério do Turismo (18 milhões). Prevista para ser entregue até o final deste ano, a obra é estratégica para o turismo, já que será responsável pela redução do percurso entre o Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares e o Litoral Norte. O percurso da viagem será encurtado em aproximadamente 32 km para aqueles que desembarcam em Maceió e seguem para destinos como a praia de Maragogi.
A diminuição da distância representa a redução de 30 a 40 minutos, em média, no tempo de viagem.  Além de desenvolver a Costa dos Corais, o segundo maior polo turístico de Alagoas, a obra vai facilitar também o escoamento da produção, melhorando o acesso à região Norte alagoana.
A rodovia contará com três pontes e um viaduto, além da pavimentação de 28 km que ligará a parte alta de Maceió ao município de São Luiz do Quitunde, abrindo espaço para uma nova rota de acesso. O DER iniciou a construção de duas pontes, no município de São Luís do Quitunde e em Maceió.
Já as obras da Estrada Parque – Rota Ecológica iniciaram no começo de junho e foram orçadas em R$ 126 milhões, com recursos do governo estadual, por meio do convênio com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (Bid). A funcionalidade da obra vai oferecer acessibilidade ao setor hoteleiro e melhoria na qualidade de vida da população local com a implantação da rede de água e esgoto nos municípios.
Teotonio ressalta ainda a importância do legado de seu governo em infraestrutura. “Quando destacamos o avanço no setor rodoviário, destacamos o avanço turístico e econômico das regiões atendidas, com um melhor escoamento da produção e a melhoria do acesso para os moradores. O bom planejamento na área da infraestrutura vai permanecer atendendo às necessidades do nosso povo”, destacou.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com