terça-feira, 18 de setembro de 2018

Notícias

In:

1ª fábrica de frutas desidratadas no País já funciona em Alagoas

 minifabricafrutas   O município de Santana do Mundaú já está operando a primeira minifábrica de frutas orgânicas desidratadas no Brasil. O empreendimento surge como a concretização de um esforço coletivo entre os produtores rurais da Associação Agroecológica de Santana do Mundaú (Ecoduvale) e o Estado, por intermédio da Desenvolve – Agência de Fomento de Alagoas.
Santana do Mundaú é conhecido por ser um forte produtor de laranja para exportação, com uma agricultura familiar expressiva e um largo potencial em produção de banana.
A fábrica inaugurada no dia 25 de setembro e erguida com dinheiro dos próprios associados contou também com um recurso no valor de R$ 60 mil, oferecidos pela Desenvolve e que foi utilizado para a compra de maquinários necessários para a unidade.
Com esse incentivo, o novo empreendimento pode chegar a produzir uma tonelada de doces cristalizados e frutas desidratadas por mês. A afirmação é do presidente da Ecoduvale, Inácio Francino. Ele explica ainda que a minifábrica implantada no Sítio Amoras tem a finalidade de agregar valor à produção de frutas cultivadas no Vale do Mundaú, especialmente a laranja e a banana.
“Os produtores da Ecoduvale já iniciaram o trabalho com as frutas desidratadas. As máquinas que adquirimos através do Edital ofertado pela Desenvolve está nos proporcionando a produção que esperávamos”, acrescenta Inácio Francino
O presidente da associação indica também que já existe uma comercialização fora do Estado e que em breve alguns estabelecimentos de Maceió como mercados, restaurantes e hotéis poderão ofertar as frutas produzidas no Vale do Mundaú. A fábrica de beneficiamento vai permitir também a inclusão das mulheres na cadeia produtiva da fruticultura da região.

    Edital

O apoio à Unidade de Beneficiamento de Frutas Orgânicas veio após a Ecoduvale ser contemplada no Edital de Microindústrias, lançado no dia 24 de julho de 2013 pela Desenvolve e assinado no dia 17 setembro, do mesmo ano, pela Associação Agroecológica de Santana do Mundaú.
O edital foi direcionado a microindústrias que apresentassem projetos inovadores e que contribuíssem com o desenvolvimento socioeconômico da região. Cerca de 40 pequenas indústrias participaram do edital do qual a Ecoduvale ficou entre as 10 selecionadas pela Desenvolve, utilizando o recurso adquirido para compra de maquinário.
Para o diretor-presidente da Desenvolve, Antonio Carlos Quintiliano, cada parceiro envolvido na produção de frutas orgânicas desidratadas é responsável por potencializar o desenvolvimento da região com a geração de emprego e renda. Quintiliano avalia ainda que com o auxílio do edital para os maquinários, a Ecoduvale atenderá os seus pequenos produtores com uma produção 100% orgânica de doces cristalizados e desidratados.
“O novo empreendimento que contou também com a parceria do Sebrae, Seplande, Seagri, Mapa e Emater, só tem a acrescentar a economia local, consequentemente também a do Estado. Este é o nosso papel enquanto agência de fomento disponibilizar apoio e recursos aos cidadãos alagoanos visando a um desenvolvimento de todo o Estado”, argumenta Antonio Carlos Quitiliano.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com