segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Notícias

In:

Cejai: 36 famílias estão aptas para adoção internacional em Alagoas

Por Ivan1
Habilitação de famílias é feita por membros da Cejai

Habilitação de famílias é feita por membros da Cejai

De acordo com a Comissão Estadual Judiciária de Adoção Internacional (Cejai), vinculada à Corregedoria-Geral da Justiça de Alagoas, 36 famílias estrangeiras, de países como Itália, Espanha, Estados Unidos, Portugal, França e Suíça esperam por crianças aptas para a adoção internacional em Alagoas.
Para isso, as crianças precisam ter sido destituídas do poder familiar. Também é necessário esgotar a possibilidade de adoção por famílias brasileiras, o que na maioria das vezes acontece devido à faixa etária dos adotandos.
Só este ano, a Cejai habilitou 26 famílias italianas, nos meses de maio e outubro, após os pretendentes passarem pelas etapas necessárias para adotar, como envio de documentação e avaliação da equipe técnica da 28ª Vara Cível da Comarca da Capital – Infância e Juventude e do Ministério Público Estadual (MPE), que opinam acerca da autorização.
Os processos então, são distribuídos entre os membros da comissão, composta pelas juízas Ana Florina – presidente – Olívia Medeiros e Aída Cristina que após análise, votam pela habilitação ou não dos pretendentes.
Caso haja a autorização, as famílias são inscritas no Cadastro da Cejai, é expedido um laudo de habilitação e os pretendentes ficam aguardando a indicação da criança ou adolescente para adoção.
Para facilitar a adoção internacional, a Cejai enviou aos juízes da infância a relação das famílias estrangeiras aptas, para que estes, tenham conhecimento acerca dos pretendentes.
Segundo o secretário da Cejai, Hamilton Azevedo as famílias estrangeiras costumam adotar crianças com até oito anos de idade. “Os brasileiros preferem crianças com até três anos de idade e do sexo feminino, perfil dificilmente encontrado nas entidades de acolhimento”, disse.
Atualmente, 19 crianças e adolescentes, com idade entre 10 e 17 anos, estão aptos para a adoção no Estado. Destes, cinco são meninas e 14 meninos.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com