sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Notícias

In:

TV Alagoas repercute matéria sobre caos na saúde palmeirense

Por Redação

Não foi bastante para o prefeito James Ribeiro (PSDB) a grande repercussão da greve de mais de 60 dias em 2013  dos servidores de Saúde  e Educação de Palmeira dos Índios e que precisou da intervenção de deputados estaduais e Ministério Público para que fosse finalizada.

reliete

Reliete Ramos, presidente do Sindprev

Na época os manifestantes reivindicavam melhorias na prestação de serviços ao cidadão e garantias trabalhistas. De lá para cá, passados quase 8 meses, mesmo após um ajuste de conduta intermediado pelo Ministério Público, o prefeito palmeirense “quebrou o pau no ouvido”, e não cumpriu nada do que foi acordado. O pior é que todo o sistema de saúde está sucateado, em que pese o município receber, segundo dados do governo federal recursos milionários para gerir o serviço.

Jornal Tribuna do Sertão, edição desta semana revelou através de fontes do Sindprev a angústia por que passa o cidadão palmeirense quando necessita do serviço de saúde pública.

Repercutindo a matéria do impresso, a TV Alagoas mandou uma equipe de reportagem, capitaneada pelo Repórter Wadson Correia à Palmeira dos Índios, na terça-feira, 20, para acompanhar os passos do Ministério Público que tenta arranjar uma solução para o grave problema que abate o município na área da saúde.

Na oportunidade foi demonstrado pelo Conselho Municipal de Saúde que a prefeitura palmeirense recebe R$33 milhões para gerir o sistema de saúde. Porém, o que deixou estupefato o Ministério público, representado pela Promotora Micheline Tenório, foi o fato de que quase nada funciona na área de saúde local.

A promotora disse que vai ouvir o “grupo de trabalho” criado para relatar os problemas da área e que de antemão o prefeito James Ribeiro (PSDB) vai ser advertido.

Veja  a matéria da TV Alagoas na íntegra:

Compartilhe:

Comente no Facebook

3 Comments

  • Maria José da Conceição disse:

    A reportagem deveria ter ido na casa onde funciona hoje o CREDEFIPI-Centro de Reabilitação para Deficientes Físicos de Palmeira dos Índios, lá o caos é total, faltam aparelhos para usarem nos pacientes, até o tratamento com a música, isso não existe mais e nós, deficientes físicos de toda região, sofremos, porque o local é inadequado e, se existisse a vigilância sanitária, aquilo lá, já tinha fechado, é uma fartura total, falta tudo, até limpeza…

  • Antonio Ramos disse:

    ADVERTIDO?????????????? ESSE PREFEITO TEM QUE SER CASSADO. URGENTEMENTE. ELE NÃO ADMINISTRA NADA. TODOS OS SETORES DA COISA PÚBLICA ESTÃO PARADOS. NADA FUNCIONA. ENTÃO… FORA PREFEITO! A CAMPANHA DO SERVIDOR MUNICIPAL É ” FORA PREFEITO”.

  • Marcia disse:

    Engraçado, corta ponto, se o acordo foi feito com todos os médicos. Isso não é de agora, faz tempo, esse caos na saúde. E cadê o Ministério da Saúde, que não faz nada. Será que está sendo conivente com isso tudo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com