quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Notícias

In:

Vigilância Sanitária Estadual realiza Operação Alimento Seguro no Carnaval

 vigilanc   Frevo, axé e samba. Esses são os ritmos que ditam o Carnaval, mas os foliões podem ser impedidos de curtir, caso sejam intoxicados com alimentos contaminados. Para evitar que isso aconteça e que o feriado termine mais cedo ou no hospital, técnicos da Vigilância Sanitária Estadual iniciaram no sábado (1º) a Operação Alimento Seguro, que irá ocorrer até a próxima terça-feira (4), inspecionando restaurantes, bares, lanchonetes e carros de ambulantes dos principais balneários carnavalescos do litoral alagoano.
No primeiro dia da ação os trabalhos se concentraram nos municípios de Maragogi, Japaratinga, Porto Calvo e Barra de São Miguel, mas as inspeções irão ocorrer também em Paripueira, Barra de Santo Antônio, Ilha da Crôa, Coruripe, Jequiá da Praia, Marechal Deodoro, Francês, São Miguel dos Milagres, Barra de Camaragibe e Porto de Pedras. Também haverá plantão das 7h às 19h, na sede da Vigilância Sanitária Estadual, situada na Rua Sete de Setembro, nº 50, no Centro de Maceió, onde poderão ser realizadas denúncias presenciais ou através dos telefones 3315-3779 e 3315-6691.
Durante as inspeções os técnicos da Vigilância Sanitária Estadual estão observando se os manipuladores de alimentos utilizam luvas, toca, máscara, sapato fechado, avental e não estão portando acessórios como brincos, relógios ou anéis. Também é inspecionado se existem lixeiras com pedal, se os churrasquinhos são guardados no congelador e separados em saquinhos transparentes, se as bebidas são lavadas com água e hipoclorito antes de serem armazenadas no freezer e se os embutidos, como a salsicha, são conservados a uma temperatura que esteja entre 60 e 65 graus.
Segundo o diretor da Vigilância Sanitária Estadual, Paulo Bezerra, durante as abordagens são analisados a conservação dos alimentos, o aspecto do ambiente e a metodologia que eles estão sendo manipulados, uma vez que os manipuladores não podem ser os mesmos a receberem o dinheiro do cliente. “No Carnaval as pessoas costumam improvisar ao se alimentar, o que pode ocasionar intoxicações alimentares e diarreias, já que muitos desses alimentos estão mal acondicionados e em temperaturas inadequadas, ficando suscetíveis a bactérias”, alerta.

    Recomendações

Ele recomenda que os foliões possam avaliar o aspecto dos alimentos, a exemplo do cheiro, cor e textura, além de verificar o prazo de validade dos alimentos, o local onde eles estão sendo manipulados, principalmente em se tratando de produtos vendidos por ambulantes. “Para enfrentar o calor é fundamental manter a hidratação, mas deve-se observar a procedência da água, sucos, picolés, sorvetes e gelos utilizados nas bebidas. Nos bufês, restaurantes e lanchonetes é importante verificar as condições de higiene dos estabelecimentos”, informa.
Paulo Bezerra também orienta que, ao consumir pastéis, churros, acarajés e outras frituras, deve-se observar a cor do óleo ou gordura, que não deve estar escurecida. “Se o óleo estiver sendo utilizado há muito tempo ou em temperaturas muito altas, pode ocorrer formação de substâncias prejudiciais à saúde. Então evite não consumi-los se notar excesso de fumaça e cheiro desagradável”, esclarece.
Além dos cuidados com a alimentação segura, os fiscais da Vigilância Sanitária Estadual estão orientando os comerciantes sobre a Lei nº. 7. 329/12, que dispõe sobre a proibição do consumo de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos. Desde 2012 que os proprietários de bares, restaurantes, postos de combustíveis, lojas de conveniência e supermercados estão sendo orientados e notificados.
Para a ambulante Rosineide da Silva, a ação da Vigilância Sanitária Estadual está aprovada, já que na sua concepção, a fiscalização é importante para orientar os vendedores que costumam desrespeitar os princípios básicos que tratam da conservação adequada dos alimentos. “Há mais de cinco anos monto minha barraca e, todas às vezes em que os inspetores me visitam, não encontraram nenhuma irregularidade”, assegurou.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com