domingo, 18 de novembro de 2018

Notícias

In:

Secretaria discute paz nos estádios com representantes de torcidas

  paznatorcida  O superintendente de Promoção da Cultura de Paz, Ronaldo Targino recebeu, na tarde desta quarta-feira (12), na sede da Secretaria de Estado da Promoção da Paz (Sepaz), o presidente da torcida organizada Dragões da Real e membro do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg), André Azevedo. Na ocasião, que ainda contou com a presença do representante da diretoria da Torcida Alvi-Rubro, Pierre Barros, eles discutiram projetos sobre paz nos estádios.
Em Alagoas, a Sepaz criou a campanha “Paz, uma só torcida”, no 2º turno do Campeonato Alagoano, com o intuito de amenizar os confrontos entre as torcidas, em especial dos dois maiores clubes do Estado: CSA e CRB. “Esse é o elo entre o governo e as torcidas para evitar a violência nos estádios. É importante que o torcedor chegue ao jogo com o pensamento de que o momento é de paz e diversão e não de confrontos”, disse o superintendente.
Em nível federal, o Ministério do Esporte, junto aos membros do Conseg, realiza diversos eventos no mesmo sentido. Segundo André Azevedo, o problema da violência nos estádios está na própria sociedade e não apenas nas torcidas organizadas. “As pessoas generalizam muito o problema das torcidas organizadas. É importante lembrar que a sociedade comete violência e que cada pessoa é responsável pelos seus atos. Eu, por exemplo, sou presidente de torcida há anos e faço minhas escolhas”, destacou André.
Segundo ele, o governo federal promove seminários em todo Brasil, reunindo torcidas e buscando passar a ideia de paz nos estádios. “Muitas vezes é mais fácil nós, que estamos dentro das torcidas, interferirmos nesse sentindo, pois somos ouvidos e respeitados, falando de igual para igual. Temos que passar a cultura de paz nos estádios para todos, inclusive aqueles que moram em bairros de maior vulnerabilidade e convivem em um meio violento”, ressaltou.
Para o próximo clássico entre CSA e CRB, que acontece no próximo dia 12, a Sepaz está planejando a próxima etapa da campanha “Paz, uma só torcida”. Durante a reunião, o superintendente Ronaldo Targino disse que vai aderir as ideias do governo federal, com o intuito de realizar no Estado.
“Uma das nossas preocupações é no horário de intervalo dos jogos e vamos buscar realizar ações nesses momentos. Quando seria uma boa hora para o torcedor ir fazer um lanche ou ir ao banheiro, as torcidas ficam se enfrentando. Queremos colocar mensagens de paz nos telões eletrônicos”, disse o superintendente.
Ao final da reunião, André Azevedo se mostrou disposto a vir em Alagoas, inclusive com membros de direções de torcidas de outros clubes, como Gaviões da Fiel, para futuros seminários. “É importante que as torcidas sejam ouvidas. Esse trabalho perto do torcedor é o que pode minimizar a violência. Tem que mostrar que existe punição para atos irregulares”, finalizou André.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com