segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Notícias

In:

Após acidente, Lais Souza não mexe braços e pernas

    São Paulo – O boletim médico divulgado sobre o estado de saúde da atleta Lais Souza aponta que ela ainda não mexe braços e pernas e respira com a ajuda de aparelhos após se chocar contra uma árvore enquanto esquiava numa estação em Salt Lake City, nos Estados Unidos, na última segunda-feira, em um treino de esqui. De acordo com o Comitê Olímpico Brasileiro (COB), ela usava capacete no momento do acidente.Lais
“Lais está acordada, segue comandos, mas não pode mover seus braços e pernas neste momento e está com o auxílio de ventilação mecânica para respirar”, afirma o boletim divulgado pelo Hospital da Universidade de Utah, onde a atleta brasileira está internada.
O médico do COB, Antonio Marttos, via assessoria de imprensa, evitou realizar um prognóstico sobre Laís. Assim que o COB tomou conhecimento da gravidade do acidente, enviou o médico, baseado na Universidade da Miami, para Utah. Ele chegou na terça à noite e realizou diversos exames.
“Lais terá uma longa recuperação à sua frente. Neste momento, não podemos prever como será seu prognóstico em longo prazo. Ela está recebendo cuidados médicos excelentes e sua equipe médica está fazendo tudo para que ela tenha a melhor recuperação possível”, disse.
De acordo com o COB, Lais sofreu um trauma severo na coluna cervical e precisou ser operada para realinhá-la. “Neste momento, ela está sendo tratada na Unidade de Terapia Intensiva Neurológica do Hospital da Universidade de Utah, em Salt Lake City. Lais sofreu um trauma severo na coluna cervical. De acordo com a equipe médica, Lais foi submetida a tratamento cirúrgico para realinhar a coluna cervical. Está sendo cuidada pela Dra. Holly Ledyard, neurointensivista, e pelo Dr. Andrew Dailey, neurocirurgião, ambos da Universidade de Utah”, afirma a nota do COB.
“O doutor Barth Green, reconhecido mundialmente como autoridade no assunto e que também trabalha no Hospital da Universidade de Miami, está acompanhando, através da telemedicina, o pós-operatório de Lais”, explica o COB.
Ex-ginasta, Lais Souza participou de duas edições dos Jogos Olímpicos pelo Brasil. Em 2012, ela acabou sendo cortada da Olimpíada de Londres após sofrer uma fratura na mão direita, já na Inglaterra, duas semanas antes do início das competições.
Depois disso, ela decidiu migrar para os esportes na neve, mesmo que tenha revelado o seu medo dos tombos. Laís Souza ainda buscava a classificação para a prova de esqui aéreo na Olimpíada de Inverno de Sochi, marcada para o período entre 7 e 23 de fevereiro.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com