terça-feira, 16 de outubro de 2018

Notícias

In: ,

Secult realiza I Seminário Graciliano Ramos

O VIII Encontro Proler – Comitê Maceió teve início quarta-feira (30), no auditório B, dentro da programação da VI Bienal Internacional do Livro de Alagoas. O evento, que tem o objetivo de reunir gestores de bibliotecas públicas e comunitárias, promovendo capacitações, tem como eixo temático: “A biblioteca como espaço cultural e memória”.
reuniaosecult   A abertura contou com a participação do secretário de Estado da Cultura, Osvaldo Viégas, da diretora da Biblioteca Pública Estadual, Maria Luiza Russo, da coordenadora do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas, Wilma Nóbrega, da diretora da Edufal, Maria Stela Lameiras, e da coordenadora Nacional do Proler, Carmem Pimentel, convidada como palestrante.
Durante a abertura o secretário destacou a importância da realização do encontro. “Este é um momento de estimular os gestores a ter acesso às novas técnicas de incentivo à leitura e levar consigo esse conhecimento, para transformar as bibliotecas onde trabalham em um lugar mais acessível e atrativo”, destacou.
A diretora da Biblioteca Pública Estadual, Maria Luiza Russo, falou da ativa participação da Secult, por meio da BPE na Bienal. “A Secult está presente na Bienal Internacional do Livro de Alagoas, desde 2005, através da Biblioteca Pública Estadual, com estande promovendo os escritores alagoanos, com oficinas e contação de histórias”, ressaltou.
Ainda de acordo com a diretora da BPE, nesta edição do evento a Secult inovou com a presença do intérprete de libras, Daniel Paes durante toda a programação do encontro, concluiu.
Após abertura, foi realizada a palestra sobre o tema do encontro: “A biblioteca como espaço cultural e memória”, com a coordenadora Nacional do Proler, Carmem Pimentel. E na sequencia aconteceu a mesa redonda sobre a Lei nº 10.639/03 – medida criada a partir das ações do movimento negro e de grupos sociais organizados, com os palestrantes Júlio e Débora D\’Zambê (Grupo Sansakroma), Clara Suassuna Fernande. Além de Valdinete Ramalho dos Santos que tratou do tema “O resgate da Identidade cultural afro-coruripense”.

    Seminário

Dentro da programação do VIII Encontro do Proler, aconteceu a partir da 18h, o I Seminário Graciliano Ramos que contou com a participação do secretário de Estado da Cultura, Osvaldo Viégas, do conferencista Erwin Torralbo, como convidados, os netos de Graciliano Ramos, professores Elizabeth Ramos e Ricardo Ramos Filho e na mediação do escritor Maurício Melo Júnior.
Durante o seminário foi realizada conferência que abordou a edição “80 anos de Caetés”, a nova edição foi organizada por Elizabeth Ramos e pelo professor Erwin Torralbo, pesquisador da obra do alagoano. O romance Caetés é considerada marco na trajetória literária do escritor Graciliano Ramos, sendo seu primeiro romance. A obra, que completa 80 anos, foi lançada em edição comemorativa em 2013.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com