sábado, 22 de setembro de 2018

Notícias

In: ,

Governador inaugura UPA em Marechal Deodoro

Na inauguração da UPA de Marechal, Teotonio Vilela lembrou que o Governo do Estado trata a melhoria da saúde dos municípios como prioridade

Na inauguração da UPA de Marechal, Teotonio Vilela lembrou que o Governo do Estado trata a melhoria da saúde dos municípios como prioridade

Mais um passo para melhorar o Sistema Único de Saúde (SUS) em Alagoas foi dado pelo Governo do Estado nesta sexta-feira (15). Com a sede administrativa transferida para o município de Marechal Deodoro, em comemoração à Proclamação da República, o governador Teotonio Vilela Filhou inaugurou a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Irmã Dulce, localizada na Rua Curinã, na Praia do Francês.
A solenidade de entrega da unidade também contou com a presença do secretário de Estado de Saúde, Jorge Villas Bôas, e do prefeito de Marechal Deodoro, Cristiano Matheus. Durante a solenidade, foi assinado o termo de entrega da unidade, que já contabiliza cerca de 120 atendimentos.
Na oportunidade, o governador ressaltou a importância de lembrar os princípios republicanos, principalmente em se tratando da melhoria da qualidade de vida dos alagoanos. Isso porque, segundo Vilela, a UPA não é apenas um benefício para o município, mas para toda a região onde está inserida, visto que a organização da saúde no âmbito municipal contribui para desafogar o Hospital Geral do Estado (HGE).
“O foco do Estado de Alagoas na Saúde é permanente. Fomos o primeiro Governo a garantir um aporte financeiro especificamente para a Saúde, e nenhum outro que nos antecedeu teve esta atitude. Desde então, já foram investidos na saúde dos municípios e hospitais cerca de R$ 80 milhões”, afirmou o governador, acrescentando que também para UPA de Marechal Deodoro, 52% do investimento – um total de R$ 2,9 milhões – foi custeado pelo Tesouro Estadual.
O secretário Jorge Villas Bôas lembrou que a UPA não substitui o atendimento na Atenção Básica, nem nas urgências, tendo uma função intermediária. “A UPA vem para organizar o Sistema de Saúde, para que o município possa garantir atendimento com qualidade e equipamentos de última geração”, explicou.
Ainda de acordo com Villas Bôas, apenas em um mês, o município de Marechal Deodoro encaminhou cerca de 400 pacientes para atendimento no HGE. Segundo ele, a partir do funcionamento da UPA, esses pacientes poderão ser atendidos no próprio município, desafogando o atendimento na capital.
O secretário lembrou ainda que, depois de habilitada, o Ministério da Saúde leva 60 dias para repassar os recursos financeiros para o funcionamento da UPA. “Mais uma vez, numa ação inédita, o Governo do Estado se responsabilizou pelo custeio desse repasse, assegurando que a unidade fosse aberta imediatamente, porque a saúde não pode esperar”, destacou o titular da pasta da Saúde.
Felizes em contribuir para que o município avance na saúde dos deodorenses, o prefeito Cristiano Matheus e o secretário municipal de Saúde, Augusto César de Andrade, agradeceram a parceria dos Governos Estadual e Federal. Ambos classificaram a inauguração da UPA como um ato “fundamental para o desenvolvimento de Marechal Deodoro”.
Também estiveram presentes na solenidade, os deputados estaduais Inácio Loyola e Jeferson Moraes, a superintendente de Atenção à Saúde da Sesau, Aparecida Auto, o secretariado do Governo do Estado, secretários e vereadores de Marechal Deodoro, e servidores da Saúde.

UPA Irmã Dulce
A UPA de Marechal Deodoro foi construída com recursos federais e estaduais. O Ministério da Saúde investiu R$ 1,4 milhão nas obras e o Governo do Estado R$ 1 milhão. Para equipar a unidade, ainda com recursos oriundos do Tesouro Estadual, foram investidos R$ 505 mil. A UPA será gerenciada pela administração municipal e a manutenção será custeada pelos governos Federal (50%), Estadual (25%) e Municipal (25%). A unidade vai atender a população do Sistema Único de Saúde (SUS) e vai funcionar 24 horas por dia, sete dias por semana, resolvendo grande parte das urgências e emergências, como pressão e febre alta, fraturas, cortes, infarto e derrame.
A UPA é dotada de estrutura inovadora e simplificada, com raios-x, eletrocardiografia, pediatria, laboratório de exames, leitos de observação, sala de urgência, posto de enfermagem e farmácia. Ao chegar à unidade, o paciente é atendido por uma equipe multidisciplinar, que prestam os primeiros socorros, estabilizam o quadro clínico e detalham o diagnóstico. Eles analisam se é necessário encaminhar o paciente a um hospital ou mantê-lo em observação por 24 horas.

Compartilhe:
Tags: ,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com