sexta-feira, 24 de Maio de 2019

Notícias

In:

Governo garante cestas nutricionais para gestantes e reduz mortalidade infantil

Por Ivan1

Para garantir uma alimentação saudável às gestantes em situação de vulnerabilidade social e insegurança nutricional, o governo de Alagoas entregou cestas nutricionais nesta terça-feira (8). A solenidade aconteceu na sede provisória do governo, estruturada no município de Porto Calvo, durante as ações do Governo Perto de Você, com a presença do vice-governador José Thomaz Nonô e dos secretários de Estado da Saúde e Assistência Social, Jorge Villas Bôas e Celiany Rocha, e o prefeito de Porto Calvo, Ormindo Uchôa.secretarioJorgeVillasBoas
O Projeto Cestas Nutricionais, que funciona em parceria com as Secretarias de Estado da Saúde e Assistência Social, e conta com recursos do Fundo de Erradicação da Pobreza (Fecoep), tem como principal objetivo combater a mortalidade infantil. Nesses quatro anos, pelo menos 64 mil gestantes alagoanas foram contempladas e 322 mil cestas distribuídas, compostas de 14 itens fundamentais para combater a desnutrição de gestantes e recém-nascidos, a exemplo de aveia, proteína, cálcio e ferro.
O papel do agente comunitário de saúde foi enaltecido pelo vice-governador José Thomaz Nonô. Segundo ele, o profissional é o responsável por identificar as gestantes que precisam de cuidados e encaminhá-las ao Centro de Referência de Assistência Social (Cras), para que elas se cadastrem e passem a receber as cestas nutricionais.
“Tanto as gestantes quanto os agentes comunitários de saúde têm um papel importante nesse projeto que vai garantir o nascimento de crianças sadias. O Estado precisa crescer e, para que isso aconteça, seus filhos devem ter saúde”, disse José Thomaz Nonô, acrescentando que o governo festeja a conquista de uma gestação digna e tranquila, com o acesso a alimentos adequados pelas mães.
O secretário Jorge Villas Bôas enfatizou a redução da mortalidade infantil em Alagoas. “O combate à mortalidade infantil é fruto das ações do governador Teotonio Vilela Filho, que em seu governo utilizou de recursos próprios para estruturar a saúde do Estado. Essas ações efetivas são demonstradas no dia-a-dia de cada alagoano, mostrando que Alagoas está no caminho certo”, destacou.
A redução da mortalidade infantil em 83%, segundo pesquisa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), foi também mencionada pela secretária de Assistência Social, Celiany Rocha. De acordo com ela, é preciso que os alagoanos reconheçam esse avanço. “Os alagoanos têm de tomar conhecimento das ações positivas do Estado, as quais são, mais do que uma obrigação, um investimento. Apenas em Porto Calvo, por exemplo, o município é beneficiado com R$ 200mil/ano do Projeto Cestas Nutricionais”, esclareceu.

 Cestas nutricionais – Durante a ação, os agentes comunitários de saúde participaram de palestra sobre o Projeto Cestas Nutricionais, para ajudar a identificar as gestantes que devem ser beneficiadas. Entre as futuras mães, está a dona de casa Patrícia da Silva Almeida. Com cinco meses de gestação, durante uma consulta no posto de saúde do município, os profissionais perceberam que ela fazia parte do grupo vulnerável.
“Além da dificuldade financeira para ter acesso aos alimentos saudáveis, comecei a perder muito peso e os profissionais me informaram sobre o projeto que vai me ajudar a ter uma gestação segura”, disse Patrícia. Para receber as cestas, as gestantes devem estar em situação de vulnerabilidade social e insegurança nutricional e fazendo o acompanhamento do pré-natal. Elas são encaminhadas pelos agentes comunitários de saúde aos Centros de Referência da Assistência Social (Cras), onde será realizado o cadastro social.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com