segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Notícias

In: ,

Frei Betto passa mensagem especial a socioeducandos durante a Bienal

Vários grupos de alunos e adolescentes estiveram na VI Bienal Internacional do Livro de Alagoas nesta segunda-feira (28). Passearam entre os livros, olharam estandes, viram atrações e contadores de histórias, assistiram a palestras. Assim foi com o grupo de 29 adolescentes do Núcleo Estadual de Atendimento Socioeducativo (Neas), que foram especialmente para a palestra de Frei Betto – e ganharam uma mensagem especial do religioso ao final.freibettomensagem
Foram dez adolescentes da Unidade de Semiliberdade e 19 da Unidade de Internação Masculina Extensão II (UIME II), em regime de internação, acompanhados de monitores, professores, educadores sociais e equipe do Neas. Enquanto esperavam pela palestra, passearam pelas exposições em grupos de cinco, misturando-se ao grande público. Eram os mesmos olhos curiosos e comentários às vezes irreverentes, como tantos outros adolescentes no Centro de Convenções Ruth Cardoso.
“A medida socioeducativa é isto: oferecer a eles outro caminho, uma nova possibilidade durante o período em que ficarem na unidade”, explica Glauber Melo, superintendente de Garantia da Medida Socioeducativa da Secretaria de Estado de Promoção da Paz (Sepaz). “Passeios culturais como esse mostram um mundo que eles não conheciam ou não tinham acesso, mas que têm direito, como qualquer outro adolescente”.
Acompanhando o grupo também estava o promotor da Infância Rogério Paranhos. \”Os garotos têm que entender que estamos preparando-os para voltar à sociedade e isso implica trabalhar com eles essa nova relação com a sociedade e da sociedade para eles”.

    Frei Betto

O passeio foi planejado com antecedência, reunindo os cuidados de segurança com atividades dos professores em sala de aula. A ida à Bienal representava o mundo real da leitura e da educação, de acordo com a diretora Sociopedagógica do Neas, Cássia Moreno. Ela também explicou a escolha pela palestra de Frei Betto.
“Frei Betto tem um pensamento que se alinha à nossa proposta, que é pessoas cuidando de pessoas. Além disso, ele fala muito da importância da reflexão e que a busca pela felicidade está dentro de nós”, disse Cássia.
E o religioso correspondeu a essa expectativa. Informado da presença dos socioeducandos, Frei Betto dirigiu-se a eles após a palestra e deixou uma mensagem especial.
“Eu sei o que vocês estão passando. Assim como vocês, eu fui preso duas vezes. Mas ninguém pode tirar o que há dentro de cada um de vocês, que é a capacidade de mudar, crescer, evoluir. Invistam no esporte, educação, cultura, teatro. Conheci muitas pessoas na minha época e ao longo da vida que também fora presos, mas enveredaram por este outro caminho e estão bem hoje. Invistam na educação, na profissionalização. Acreditem no bem, naquilo que há dentro de cada um de vocês. Muito obrigado por terem vindo me ouvir e espero que isso possa ajudá-los daqui para frente”, disse Frei Betto.
A surpresa foi geral: adolescentes, monitores, equipe técnica, até o promotor. E as palavras repercutiram nos adolescentes. “Ele disse umas coisas sobre espiritualidade e materialismo que eu achei interessante”, disse D., 17 anos. Já o colega D.F., também de 17, gostou da novidade do dia. “Foi bom para aprender, teve muita coisa nova. O frei fala bem”, disse, pensativo.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com