domingo, 16 de dezembro de 2018

Notícias

In:

Vice-governador participa de sessão na Câmara de Viçosa

Por Ivan1

O vice-governador José Thomaz Nonô participou de uma sessão ordinária da Câmara Municipal de Vereadores, no plenário José Manoel da Silva “Dinha”, em Viçosa, nesta quinta-feira (12). O coordenador do Programa da Reconstrução, a convite da presidente da casa legislativa, vereadora Micheline Fernandes Toledo,  falou sobre o andamento das obras para a recuperação dos municípios atingidos pelas enchentes dos rios Paraíba e Mundaú.
nono  “É com muita satisfação que recebemos o vice-governador no nosso plenário para explicar a real situação das casas do conjunto Santa’ana”, disse a oresidente da Câmara.
Na ocasião, o vice-governador lembrou a tragédia de junho de 2010. “As fortes chuvas causaram enormes danos aos municípios. A Defesa Civil registrou 69.679 pessoas afetadas, em 19 municípios atingidos. Viçosa foi uma das cidades menos afetadas, mas de toda forma afligiu a população”, disse Thomaz Nonô.
O coordenador do Programa fez um balanço geral sobre as obras de Infraestrutura concluídas. “O Departamento de Estradas de Rodagem (Der/AL), finalizou os trabalhos e já entregamos 210 obras em todo Estado. Foram 415 km de estrada vicinais, 65 km de rodovia estadual, 86 mil metros de calçamento, 54 pontes e 4 muros de contenção”, destacou.
Thomaz Nonô expôs sobre a situação das obras do Residencial Santa’ana, conjunto habitacional destinado às famílias afetadas pelas cheias, no município. O conjunto possui 430 casas, sendo 366 unidades já entregues pela prefeitura municipal. As outras 74 residências restantes estão passando por análise contratual pela Caixa Econômica Federal.
De acordo com o vice-governador, a Caixa Econômica já sinalizou como positivos os contratos. “Estamos fechando uma data definitiva com a Caixa e acredito que dentro de duas semanas, ainda este mês, estaremos inaugurando oficialmente o conjunto, dentro de todas as condições de habitabilidade”, afirmou.
A prefeitura assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para a conclusão das obras de calçamento do conjunto. Segundo a presidente da Câmara, Micheline Fernandes, o serviço de abastecimento de água também é de responsabilidade do poder executivo municipal.
O coordenador ressaltou que as casas do Programa da Reconstrução são entregues gratuitamente e não podem ser vendidas. “Esta é uma conquista do governo Teotonio Vilela, que batalhou para garantir que estes conjuntos fossem gratuitos para a população afetada pela cheia. A venda dessas moradias é um crime. Alerto a população para não vender ou repassar estas casas, que só podem ser entregues em perfeitas condições de habitabilidade. São casas muito melhores que as que existiam, são moradias dignas”, lembrou Nonô.
“Esta palestra sobre o Programa da Reconstrução foi importante para que todos pudessem compreender os trâmites desse processo. Foi esclarecedor para os vereadores e para população que pôde se tranquilizar com o conhecimento do andamento das obras do conjunto residencial”, declarou o vice-presidente da Câmara, vereador Jota.
Ao todo, o Governo do Estado está construindo 17.747 dentro do Programa da Reconstrução. Atualmente, 14.236 habitações estão concluídas, sendo 10.061 já entregues, 3.568 invadidas e 597 sem cadastros. “O programa é um êxito deste governo. Faço esta coordenação há mais de dois anos para alinhar todos  os órgãos envolvidos nesse processo, caminhando na mesma direção”.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com