quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Notícias

In:

Promoção da Equidade em Saúde será tema de seminário da Sesau

Por Ivan1

Com o objetivo de propor, apoiar e acompanhar as políticas de gestão participativa do Sistema Único de Saúde (SUS) em Alagoas e as ações voltadas para a diversidade dos seus usuários, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) realiza o Seminário de Promoção da Equidade em Saúde. A solenidade de abertura do evento acontece na terça-feira (24), às 19h30, no Recanto Coração de Jesus, na Serraria, e prossegue até quinta-feira (26).

Margareth Magalhãe

Margareth Magalhãe

O saber e a experiência dos participantes do seminário são elementos que inteiram as rodas de conversa, formadas por representantes dos Núcleos de Promoção de Saúde dos municípios alagoanos, quilombolas, ciganos, indígenas, LGBT, educadores populares, estudantes, trabalhadores e gestores da Saúde, lideranças comunitárias e militantes do Movimento Popular de Saúde.
Segundo Margareth Magalhães, gerente de Promoção de Política de Equidade em Saúde da Sesau, as rodas de conversa são um meio rico e participativo de trocar experiências. “É através do diálogo que pretendemos difundir a Política Nacional de Gestão Estratégica e Participativa no SUS e, por meio de práticas, propor novos caminhos para que o usuário tenha acesso à saúde com qualidade”, esclareceu.
Ainda de acordo com a gestora estadual, a política visa à produção de conhecimentos e ferramentas para a qualificação da gestão participativa, promovendo o reconhecimento, a divulgação de experiências exitosas, a exemplo do município de Santana do Ipanema, que tem o objetivo de implantar um espaço de cuidados na cidade.

Espaço de cuidados – Durante o Seminário de Promoção da Equidade em Saúde, os participantes terão a oportunidade de vivenciar um espaço de cuidados, com atividades como reike, massagem, auriculoterapia, reflexologia, ritual xamânico e limpeza energética – todos dispostos numa tenda no mesmo espaço do evento.

    Programação – O seminário inicia na terça-feira (24), às 14h30, com uma roda de conversa sobre a realidade dos direitos humanos e sociais no Brasil e em Alagoas e os desafios da educação popular. Às 19h30 inicia a solenidade de abertura com representantes estaduais e do Ministério da Saúde.
Na quarta-feira (25), as rodas de conversa acontecem às 9h, 10h30 e 14h30, e abordam respectivamente sobre os direitos humanos e a soberania alimentar, as práticas integrativas complementares e sua legitimação no SUS e a questão indígena em Alagoas. Na quinta-feira (26), o seminário é encerrado com a roda de conversa sobre a Política Nacional de Educação Popular e os 10 anos da Articulação Nacional de Movimentos e Práticas de Educação Popular e Saúde (Aneps).

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com