quinta-feira, 27 de junho de 2019

Notícias

In:

Instalação de fábrica voltada à geração de energia solar apresenta avanços

Por Ivan1

Empresários da startup e joint venture Pure Energy Geração de Energia Ltda apresentaram, nesta segunda-feira (24), o andamento do plano para instalação da unidade fabril de módulos fotovoltaicos em Alagoas. Com investimentos de mais de R$ 37 milhões e a geração inicial de 72 empregos diretos, o grupo deve entregar até o próximo dia 27 o projeto para obtenção de benefícios fiscais, creditícios e locacionais, pelo Programa de Desenvolvimento Integrado do Estado de Alagoas (Prodesin)apoio
Além da construção da fábrica, que será locada no Polo Multifabril Industrial José Aprígio Vilela, em Marechal Deodoro, com uma área de 120 mil m², a iniciativa prevê ainda um projeto piloto de redes inteligentes, um condomínio solar, uma usina solar no interior de Alagoas, além de uma usina heliotérmica, e deve atender o Nordeste e parte do norte do Estado de Minas Gerais.
O engenheiro e diretor geral da Pure Energy, Gelson Luiz Cerutti, revelou ainda o intuito do grupo em desenvolver também uma escola de formação de alto nível, na própria área designada para o projeto no Polo. “Essa é uma cadeia que gera muitos empregos, instalações, projetos. Queremos unir nosso trabalho à pesquisa, estabelecer um contato com universidades para fomentar a utilização de energia solar no Brasil, que ainda é muito pouca. Isso também vai baixar os custos dentro da fábrica e corroborar para o desenvolvimento de um possível centro desse segmento”, explicou.
O secretário de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico, Luiz Otavio Gomes, salientou a satisfação com o avanço do projeto e reafirmou todo o apoio do Governo do Estado à iniciativa. “A nossa gestão é muito clara no que diz respeito a desenvolvimento econômico, principalmente quando fica claro que a vinda de uma nova unidade fabril para o Estado vai trazer diversos benefícios, entre emprego, renda e fomento à pesquisa. A Pure Energy tem toda a base necessária para se desenvolver em Alagoas, no que depender do governo do Estado”, concluiu.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com